Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Qual a diferença entre Contador e Técnico em Contabilidade?

Quem pretende se profissionalizar na área das Ciências Contábeis, pode ter a certeza que vai encontrar um mercado muito amplo e cheio de oportunidades. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), no ano de 2021 a área registrou uma das maiores taxas de empregabilidade do Brasil com 93,8% de profissionais empregados e cerca de 200 mil contadores ativos, segundo o Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Seja para seguir carreira como Contador ou Técnico em Contabilidade, o mercado está aquecido e precisando de profissionais qualificados. Entretanto, apesar de possuírem uma formação bem semelhante, existem aspectos técnicos e legais que diferem bastante as funções de ambos os profissionais. Se o seu desejo é seguir carreira na área contábil, antes de dar o primeiro passo o ideal é entender bem cada uma dessas profissões e suas funções antes de começar a estudar. Para te ajudar, preparamos um guia completo ressaltando as diferenças entre um Contador e um Técnico em Contabilidade, além de curiosidades que você precisa saber para começar a carreira com o pé direito. Confira!

Contador ou Técnico em Contabilidade: entenda as diferenças

Você sabe a diferença entre um contador e um técnico contábil? Estas duas profissões caminham de mãos dadas, mas possuem algumas atribuições bem distintas e saber quais são elas pode fazer toda a diferença na hora de escolher qual profissão seguir.

Para te ajudar a ter mais clareza sobre estas profissões, vamos explicar as diferenças de funções levando em conta quatro aspectos: formação acadêmica, funções exercidas, registro profissional e legislação brasileira. Veja a seguir!

Formação acadêmica: quais as diferenças?

Em linhas gerais, a principal característica que distingue as duas carreiras é o grau de formação acadêmica. Enquanto o Contador é um profissional de nível superior formado em Ciências Contábeis e habilitado a cursar pós-graduação, mestrado ou doutorado após finalizar a graduação. O Técnico em Contabilidade possui apenas um diploma de nível médio técnico ou profissionalizante e não pode concorrer a vagas de contador em concursos públicos.

Vale lembrar que o curso técnico em contabilidade não é pré-requisito para fazer a faculdade em Ciências Contábeis. Entretanto, nada impede o técnico em Contabilidade de seguir carreira e investir em uma graduação na mesma área. Para falar a verdade, seguir para a graduação é mais que recomendado, pois assim o profissional conseguirá alcançar salários maiores além de ter mais liberdade para exercer a profissão.

Técnico contábil e contador: quais as funções de cada um?

Por possuírem níveis de formação distintos, muitas pessoas confundem o que cada um desses profissionais pode ou não fazer. Por se formar com uma carga horária menor que o contador, o técnico em contabilidade é – de certa forma – limitado em seu trabalho, por não poder realizar algumas tarefas. Veja a seguir as atividades que cabem a cada um dos profissionais:

  • Técnico contábil: as funções do técnico abrangem todas as atividades relacionadas à prestação de contas e movimentações financeiras de uma organização. Ele possui autonomia para elaborar demonstrativos financeiros e balancetes, acompanhar contas, receitas e despesas, analisar contas patrimoniais, juros e taxas, calcular impostos, realizar controle patrimonial, registrar transações financeiras e realizar escrituração fiscal e contábil.
  • Contador: já o contador tem propriedade para exercer todas as funções de um técnico e mais além. Este profissional está habilitado a realizar três atividades exclusivas aos contadores de acordo com a legislação. São elas os trabalhos de auditoria, perícia e análise de balanços.  

Registro profissional: técnico de contabilidade pode tirar CRC?

O registro dos profissionais contábeis é feito pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC), que é o órgão responsável por regulamentar os aspectos de exercício da atividade contábil no país em parceria com o  Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

Existe uma grande polêmica em torno do assunto, pois no passado os técnicos em contabilidade poderiam ser reconhecidos como contadores caso fossem aprovados no  exame de suficiência do Conselho Regional de Contabilidade, o CRC. Mas uma lei promulgada em 2010, pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, limitou o título e o registro de “Contador” somente a bacharéis em Ciências Contábeis.

Sendo assim, para ser reconhecido como contador é preciso ter formação superior e ser aprovado no CRC pra obter o registo. Os técnicos em contabilidade, ainda que também tenham sido aprovados no CRC, podem atuar, mas não têm registro e suas funções limitadas em razão de sua formação.

Legislação contábil

Quanto à legislação, apenas técnicos e contadores podem exercer a profissão contábil. Em outras palavras, ainda que entendam do assunto, profissionais com outras formações não poderão se responsabilizar pela execução de documentos contábeis se não forem habilitados pelo CRF ou CRC.

Esta afirmativa consta no Decreto Lei 9.295 de 27 de maio de 1946, assinado pelo presidente Eurico Gaspar Dutra. O artigo 12 trata sobre o exercício da profissão e diz o seguinte:

Art. 12. Os profissionais a que se refere este to-Lei somente poderão exercer a profissão depois de regularmente registrados no órgão competente do Ministério da Educação e Saúde e no Conselho Regional de Contabilidade a que estiverem sujeitos.

Parágrafo único. O exercício da profissão, sem o registro a que alude este artigo, será considerado como infração do presente Decreto-Lei.

Como é o mercado de trabalho para o profissional contábil?

Como falamos lá no início, a área da Contabilidade encerrou o ano de 2021 em alta e este movimento de crescimento da empregabilidade tende a continuar crescendo. Embora a concorrência por vagas na área seja alta, a demanda por profissionais qualificados também vem aumentando, pois atualmente é obrigatório por lei que cada novo empreendimento contrate os serviços de um contador.

Este é um dos grandes motivos para que a profissão seja tão popular, e também a prova de que neste meio não faltam oportunidades. Além disso, é um grande incentivo para que técnicos em contabilidade insistam na carreira e alcancem o diploma de ensino superior.

Quanto ganha um Contador?

De acordo com o site vagas.com, quem trabalha como Contador, tendo o ensino superior completo, ganha em média um salário de R$ 4.238,00. A remuneração pode chegar até R$ 6220,00 de acordo com o tempo de experiência.

Este profissional pode atuar como autônomo, empresário de Contabilidade, auditor independente, auditor interno, consultor tributário, controller, auditor fiscal, perito contábil, membro de conselho fiscal e de administração, árbitro em câmaras especializadas, acadêmico, membro de comitês de auditoria, membro de entidade de classe, executivo, etc.

Quanto ganha um Técnico em Contabilidade?

Já o profissional contábil de nível técnico ganha em média R$ 2.496,00, podendo a remuneração chegar a R$ 3.374 de acordo com o nível de experiência e o tempo de trabalho.

Este profissional pode atuar em instituições públicas e privadas, bancos, empresas prestadoras de serviços contábeis, estabelecimentos de ensino, escritórios de Contabilidade e também como autônomo.

É possível cursar contabilidade a distância?

Muita gente não sabe, mas é possível realizar tanto o curso técnico de contabilidade quanto a graduação em Ciências Contábeis na modalidade EAD.

Técnico em Contabilidade EAD

De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (2016), o técnico em contabilidade EAD tem uma carga horária de 800 horas, com duração que pode variar entre 8 e 18 meses dependendo da instituição.

As tarefas das disciplinas são feitas online, entretanto o estágio supervisionado é obrigatório para a conclusão do curso e deve ser presencial.

Graduação em Ciências Contábeis EAD

Estabelecida pelo Ministério da Educação, a graduação em Ciências Contábeis EAD tem duração média de quatro anos e a maioria das atividades, exceto as provas, podem ser realizadas a distância.

Assim como no curso técnico, o estágio supervisionado é uma atividade obrigatória, assim como a elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Onde estudar contabilidade?

Atualmente existem inúmeras faculdades reconhecidas pelo MEC espalhadas por todo Brasil que disponibilizam a graduação em Ciências Contábeis a distância. Se você ainda não conhece nenhuma, confira nossa lista aqui abaixo! Selecionamos algumas faculdades EAD reconhecidas pelo MEC que oferecem o bacharelado em Ciências Contábeis EAD com bolsas de estudo de até 80% e ainda aceitam a nota do Enem, permitindo financiar o curso pelo FIES ou tentar o ProUni. Confira!

Leia também:

Saiba quais são os cursos técnicos mais valorizados

Conheça os 8 melhores cursos técnicos a distância

E então, já se decidiu entre o curso técnico em contabilidade ou a faculdade em Ciências Contábeis? Conta pra gente aqui nos comentários qual das duas formações você pretende seguir.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário

Descubra a faculdade certa para você!