Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Saiba qual é a nota de corte do Enem 2019 para cursos EAD

Confira as notas de corte do Enem para ingressar em cursos superiores EAD. Resultado pode garantir bolsas e descontos em ótimas faculdades.

Muitas universidades públicas e particulares usam a nota do Enem em seus processos seletivos. Por isso, é importante prestar atenção ao desempenho mínimo exigido (nota de corte) para ingressar em cada curso e instituição.

Existem diferentes formas de utilizar a nota do Enem para entrar na faculdade. Entre as opções mais concorridas estão o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), usado por universidades públicas, e o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições particulares para estudantes de baixa renda.

A nota de corte muda conforme o processo seletivo, a faculdade, o curso e a concorrência (ampla ou por cotas). 

Como tudo depende do desempenho dos candidatos que disputam as mesmas vagas e de como eles serão classificados, as notas de corte também variam de um ano para o outro. 

Ainda assim, é possível ter uma ideia da pontuação necessária se observarmos as edições passadas dos programas de seleção.

O resultado do Enem também pode ser usado para obter financiamento estudantil, complementar a nota em vestibulares tradicionais e para ingresso direto em faculdades particulares – esta última opção, aliás, é a menos exigente e menos burocrática de todas.

Ingresso via Sisu

O Sisu é o mais concorrido dos processos seletivos que utilizam o Enem. Ele não serve, contudo, para quem deseja fazer uma faculdade a distância (EAD), já que seleciona estudantes apenas para cursos presenciais em instituições públicas.

Mas saiba que é possível usar sua nota no Enem para cursar uma graduação EAD com uma bolsa de estudos. 

Notas de corte no ProUni 

Para se candidatar ao ProUni, é preciso obter pelo menos 450 pontos no Enem

Apresentamos, abaixo, as notas de corte do programa para alguns dos principais cursos disponibilizados na modalidade EAD ou semipresencial. 

A lista considera o Enem 2018 e leva em conta instituições privadas de ensino de todo o Brasil – é por isso que existe uma grande variação. Confira:

  • Administração: entre 450 e 700 pontos.
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas: entre 450 e 674 pontos.
  • Arquitetura e Urbanismo: entre 452 e 730 pontos.
  • Biomedicina: entre 452 e 731 pontos.
  • Ciências Biológicas (licenciatura): entre 451 e 731 pontos.
  • Ciências Contábeis: entre 459 e 639 pontos.
  • Ciência da Computação: entre 451 e 699 pontos.
  • Ciências Econômicas: entre 450 e 728 pontos.
  • Comércio Exterior: entre 450 e 702 pontos.
  • Design: entre 451 e 700 pontos.
  • Educação Física: entre 450 e 675 pontos.
  • Empreendedorismo: entre 501 e 604 pontos.
  • Enfermagem: entre 450 e 716 pontos.
  • Engenharia Ambiental: entre 450 e 698 pontos.
  • Engenharia Civil: entre 451 e 736 pontos.
  • Engenharia de Computação: entre 501 e 692 pontos.
  • Engenharia de Produção: entre 451 e 742 pontos.
  • Engenharia Mecânica: entre 452 e 714 pontos.
  • Farmácia: entre 453 e 765 pontos.
  • Fisioterapia: entre 451 e 752 pontos.
  • Geografia (licenciatura): entre 450 e 683 pontos.
  • Gestão Comercial: entre 451 e 680 pontos.
  • Gestão de Recursos Humanos: entre 450 e 713 pontos.
  • História (licenciatura): entre 452 e 706 pontos. 
  • Jornalismo: entre 455 e 688 pontos.
  • Letras (licenciatura): entre 451 e 711 pontos.
  • Logística: entre 450 e 661 pontos.
  • Matemática (licenciatura): entre 452 e 759 pontos.
  • Marketing: entre 450 e 669 pontos.
  • Nutrição (licenciatura): entre 455 e 713 pontos.
  • Pedagogia: entre 450 e 564 pontos.
  • Publicidade e Propaganda: entre 450 e 704 pontos.
  • Redes de Computadores: entre 451 e 680 pontos.
  • Relações Públicas: entre 452 e 692 pontos.
  • Sistemas de Informação: entre 453 e 716 pontos.
  • Turismo: entre 463 e 663 pontos.

Se você pretende se candidatar ao ProUni, vale conferir também os outros critérios de participação do programa:

  • Os candidatos devem ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou na rede particular com bolsa integral.
  • Candidatos a bolsas integrais (100%) precisam comprovar renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa.
  • Candidatos a bolsas parciais (50%) devem comprovar renda familiar de até três salários mínimos e meio por pessoa.

Notas de corte no FIES

Para quem deseja se candidatar a uma bolsa do FIES, programa de financiamento estudantil do Ministério da Educação (MEC), a nota mínima exigida no Enem também é de 450 pontos. De acordo com a concorrência, a nota de corte para determinados cursos pode ser maior.

Além de comprovar a nota mínima, o candidato ao FIES deve ter renda familiar mensal de até 3 ou 5 salários mínimos, dependendo da modalidade de financiamento.

Infelizmente, o acesso ao FIES tem ficado cada vez mais difícil. Interessados em cursos de áreas prioritárias, como Saúde e Licenciatura (formação de professores), encontram maior facilidade. 

Uma boa notícia é que existem universidades particulares que oferecem bolsas e descontos sem burocracia.

Ingresso direto e bolsas em faculdades particulares

Sua nota do Enem pode garantir ingresso direto (sem vestibular) em instituições particulares reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC. 

As regras variam entre as faculdades: algumas pedem uma nota mínima, outras exigem apenas não ter zerado nas provas e na redação

A Cruzeiro do Sul Virtual e a Universidade Cidade de São Paulo (UNICID), por exemplo, disponibilizam ingresso direto para quem fez 300 pontos ou mais no Enem. Segundo seu desempenho, também é possível conseguir uma bolsa de estudos parcial ou integral.

Selecionamos algumas universidades grandes, reconhecidas e bem avaliadas que oferecem vários cursos no formato EAD, aceitam o Enem em seus processos seletivos, trabalham com o ProUni e têm programas próprios de descontos e bolsas. Para saber mais, basta clicar sobre a instituição de seu interesse e navegar pelo site:

Todas essas universidades são credenciadas pelo MEC. Isso significa que o diploma obtido ao final do curso é aceito em todo o país, tanto no mercado de trabalho privado quanto em concursos públicos e programas de pós-graduação.

Leia mais:

Conheça 15 faculdades que oferecem bolsas de estudos

Saiba tudo sobre o Enem 2019

Você pretende fazer uma faculdade EAD? Qual? Conte para a gente nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário