Olá! Quer uma ajudinha para descobrir sua faculdade ideal?

Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua vaga

    Compare preços e escolha a vaga que cabe no seu bolso.


  2. Garanta sua vaga

    Pague a adesão para garantir sua vaga.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só fazer o processo seletivo e a matrícula na faculdade.


Enem

Como se inscrever no Enem 2023: confira todo o passo a passo!

1 de junho de 2023
Como se inscrever no Enem: confira todo o passo a passo!
Imagem do autor
Escrito porBárbara Liz

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é um dos maiores e mais importantes exames educacionais do Brasil.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Além de avaliar o desempenho dos estudantes ao fim da educação básica, o ENEM é utilizado como critério de acesso a diversas instituições de ensino superior do país, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (Prouni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Se você está se preparando para participar do ENEM e deseja conhecer o processo de inscrição, este guia irá fornecer a você todas as informações necessárias para garantir sua participação no exame. Confira todos os detalhes!

Veja também:
Site lança plano de estudo gratuito para o Enem


Passo a passo para se inscrever no Enem

Preparamos para você um passo a passo de como realizar a inscrição para a prova do Enem.

Você deve entrar no site da Página do Participante e seguir este caminho:

Dados pessoais: você informa seu CPF e data de nascimento. Continue digitando onde são pedidos dados como número da identidade e endereço.

Senha: você cria sua senha de 6 caracteres, no mínimo, e 10 no máximo. Guarde-a para obter informação que precise, como verificar resultado das provas ou acompanhar processos de seleção.

Atendimento especial: você informa se precisa de atendimento especializado, por ser portador de alguma das deficiências enumeradas no edital, a qual deve ser comprovada. Há também candidatos que só podem fazer as provas em outros lugares, como os detentos ou hospitalizados.

Língua estrangeira: escolha Enem inglês ou Enem espanhol para fazer a prova correspondente. Indique também a cidade para realização da prova.

Ensino médio: informe em qual das situações você se encaixa.

Formulário socioeconômico: responda às questões sobre renda e família. Este questionário é obrigatório e serve para coleta de dados sobre a realidade de cada candidato do exame.

Finalizar inscrição: caso não tenha aderido à isenção, imprima o boleto e preste atenção à data para pagar a taxa. Atualmente, o Inep também disponibilizou o pagamento da taxa por cartão de crédito e PIX. Pelo cartão é possível dividir a taxa em até 12x, com juros. Já pelo PIX não é cobrada nenhuma tarifa.

Atenção: Você deve efetuar o pagamento para a sua inscrição ser confirmada. Se a taxa não for paga até a data limite divulgada no edital para pagamento, sua inscrição será cancelada.

Documentos para a inscrição

Para se inscrever no Enem, o participante precisa ter um CPF (Cadastro de Pessoa Física), emitido pela Receita Federal.

Você precisará digitar no site do INEP outros dados, como:

  • Nome completo;
  • RG;
  • CEP e endereço completo;
  • Nome dos pais;
  • Dados de contato (telefone e e-mail);
  • Sua atual situação no Ensino Médio;
  • Escola frequentada;
  • Gênero;
  • Estado civil;
  • E nacionalidade.

Além dos dados, como comentamos antes, o participante também deverá responder a um questionário socioeconômico, e escolher se fará a prova de língua estrangeira no idioma inglês ou espanhol, além de selecionar o local onde deseja fazer sua prova, e, por fim, enviar uma foto atual.

Todos os dados deverão ser preenchidos corretamente pelo participante, sob pena de exclusão do exame em caso de informações falsas ou incompletas.

Quando abrem as inscrições do Enem?

As inscrições para a edição do Enem 2023 estarão abertas a partir do dia 05 de junho, e serão encerradas no dia 16 de junho. A informação foi divulgada oficialmente pelo Governo Federal no edital das provas publicado no Diário Oficial da União.

Lembrando que a inscrição é realizada somente no site oficial do Enem, pela Página do Participante.


Quem pode se inscrever no Enem?

Todos que tiverem interesse em fazer o exame e já tiverem concluído o ensino médio, podem fazer o Enem para tentar ingressar no ensino superior e investir na carreira que desejam. Não existe idade mínima ou máxima para fazer o exame.

A questão para alunos que ainda não estão no último ano do ensino médio e devem fazer o exame para treinar, os famosos treineiros, é de que a prova não valerá para ingressar no ensino superior.

E, vale lembrar, que quem terminou o ensino médio por meio do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), também pode fazer a prova do Enem!

Preciso pagar para me inscrever no Enem?

Originalmente, sim, para fazer o exame é preciso pagar a taxa estipulada pelo Inep. Mas, em alguns casos, é possível receber a isenção desde que o participante atenda os critérios e faça a solicitação no período correto, antes de abrirem as inscrições. Quem pode pedir a isenção são:

  • Alunos matriculados no terceiro ano do ensino médio em escolas públicas.
  • Alunos de escolas públicas ou bolsistas integrais de escolas particulares que comprovem renda mensal de até 1,5 salários mínimos por pessoa.
  • Pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.
  • Participantes do Encceja que tenham conseguido a certificação do ensino médio.

Caso o participante não se enquadre nesses critérios ou perca a data da isenção, é preciso fazer o pagamento da taxa de R$85,00, que na edição de 2023, pode ser paga até o dia 21 de junho.

Como usar a nota do Enem?

O Enem é uma principais portas de entrada para a educação superior no Brasil. Com o resultado do exame, é possível ingressar em uma universidade federal através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ou em universidades particulares pelo Programa Universidade para Todos (Prouni).

O ingresso direto pela nota do Enem também acontece, onde as instituições de ensino públicas e privadas utilizam a nota para selecionar estudantes.

Os resultados são usados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetros para acesso aos auxílios governamentais, como no caos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Além disso, pelo ingresso direto, é importante buscar instituições reconhecidas pelo MEC, que tenham condições interessantes para ingresso, como, por exemplo, bolsas de desconto. Separamos algumas faculdades que se enquadram nessas condições para você iniciar sua graduação:

Estude nas melhores sem sair de casa

As melhores faculdades com ofertas super especiais para você começar a estudar sem sair de casa.