Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Descubra se existe faculdade de Astronomia a distância

Astronomia é o curso perfeito para quem vive mirando as estrelas e quer desvendar a questão que nenhum cientista ainda conseguiu responder: existe vida extraterrestre?

Sim, estamos falando da ciência que estuda os corpos celestes (planetas, cometas, asteroides, estrelas), investiga as origens do universo, as galáxias e os fenômenos atmosféricos.

Trata-se de um tema ainda pouco explorado no Brasil, mas com um enorme potencial de crescimento.

A seguir, conheça mais sobre esse curso e descubra se existe faculdade de Astronomia a distância!

A faculdade de Astronomia

O Brasil conta com pouquíssimas faculdades de Astronomia atualmente.

No total, temos três cursos disponíveis, em três universidades – e todas na rede pública de ensino.

São elas:

  • Universidade de São Paulo (USP)
  • Universidade Federal de Sergipe (UFS)
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

A graduação ainda tem uma baixíssima oferta de vagas: são só 90 por ano, somando as três universidades. O Ministério da Educação (MEC) indica que temos, atualmente, pouco mais de 250 alunos matriculados nesses cursos.

É uma pena não termos uma oferta maior, porque Astronomia é um curso interessante e com grande potencial de desenvolvimento.

O bacharelado tem quatro anos de duração e, durante esse período, os alunos vão fazer uma viagem fascinante pelo cosmos, investigando desde a sua origem até os efeitos e ameaças que as forças externas têm sobre a Terra.

A graduação tem bastante conteúdo de Física, Matemática, Geofísica e Engenharia.

Os alunos vão ter aulas teóricas e práticas sobre:

  • Coordenadas geográficas
  • Planetas e luas
  • Via Láctea
  • Sistema Solar
  • Estrelas
  • Galáxias
  • A teoria do Big Bang
  • Estrutura dos foguetes
  • Funcionamento dos satélites
  • Exploração espacial
  • Programa espacial brasileiro
  • Telescópios e detectores
  • Exoplanetas
  • Classificação espectral de estrelas
  • Escalas de magnitudes
  • Diagrama H-R e evolução estelar
  • A morte das estrelas
  • Aglomerados de estrelas
  • Estrelas binárias e variáveis
  • Escalas de distâncias
  • Observação do céu e movimento das estrelas

Pesquisadores formados em Astronomia podem trabalhar em institutos de pesquisas espaciais, empresas de tecnologia, universidades, centros de monitoramento via satélite, empresas de telecomunicações e no serviço público.

Vale ressaltar que estamos falando de uma atividade universal, portanto bastante internacionalizada, repleta de oportunidades em outros países (especialmente nos EUA e China).

Por isso, quem tem pretensões de seguir carreira internacional deve investir no aprendizado de idiomas, principalmente o inglês.

Faculdade de Astronomia a distância

Infelizmente, nenhuma das universidades que têm o curso de Astronomia oferece a possibilidade de estudar a distância.

Por isso, se você quer muito seguir essa área, terá de encarar o curso presencial. Antes disso, precisa estudar bastante para conseguir entrar numa instituição pública – que são sempre muito concorridas – e, se for o caso, mudar-se para as cidades onde a graduação pode ser encontrada: São Paulo, Rio de Janeiro e São Cristóvão, na região metropolitana de Aracaju.

Alternativas à faculdade de Astronomia

Hoje, a alternativa mais comum para quem quer estudar Astronomia é fazer uma graduação em Física ou Matemática e, na sequência, buscar uma pós-graduação em Astronomia.

A vantagem, nesse caso, é a ampla oferta dos cursos de pelo país.

O bacharelado em Física (mais indicado) está disponível em 50 faculdades, enquanto a licenciatura (que forma professores) pode ser encontrada em mais de 150.

Em Matemática, o cenário é similar. O bacharelado está em 50 faculdades, e a licenciatura pode ser encontrada em mais de 300.

Tanto Física quanto Matemática têm quatro anos de duração

A alta disponibilidade permite ao interessado estudar a distância em diversas faculdades, principalmente quando se trata de licenciatura.

Os cursos podem ser feitos quase totalmente de casa, por meio dos recursos de aprendizagem fornecidos pelas faculdades. O diploma tem total validade no mercado de trabalho.

Quanto às pós-graduações em Astronomia, dá para encontrar opções interessantes em grandes faculdades EAD, como a Cruzeiro do Sul Virtual (a distância) e a Universidade Cidade de São Paulo (UNICID).

A pós em Astronomia tem apenas um ano de duração e as mensalidades são acessíveis, por volta de R$ 200.

Outra alternativa é buscar um dos tantos cursos livres em Astronomia que a gente encontra na internet. Embora não tenham valor acadêmico (não valem como diploma de graduação, por exemplo), eles trazem conhecimentos interessantes a quem quer ter uma ideia geral da Astronomia, sem se aprofundar muito em especificidades.

Inclusive, alguns desses cursos são oferecidos pelas próprias faculdades que têm a graduação em Astronomia, como a USP, por exemplo. Geralmente a inscrição é gratuita e aberta a todos os interessados.

Faculdades a distância que vão abrir seu caminho para o mundo da Astronomia

Bom, você viu que fazer uma graduação em Astronomia não é das tarefas mais fáceis.

Por isso, muita gente vai ter de recorrer à Física ou à Matemática e, depois, às pós-graduações.

Como são cursos muito conhecidos e com alta disponibilidade, os futuros alunos precisam redobrar a atenção quanto à qualidade da faculdade EAD escolhida.

A instituição precisa ser reconhecida e bem avaliada pelo MEC, além de ter uma boa imagem junto ao mercado de trabalho. Astronomia é um campo muito técnico, que requer uma formação de base muito sólida, por isso investir pesado nos estudos nunca é demais.

Pensando nisso, a gente escolheu algumas faculdades privadas onde você encontra cursos EAD de Matemática ou Física com boa qualidade e alta aceitação junto a empresas de todo o Brasil.

Confira:

Veja também:

Saiba tudo sobre a faculdade de Engenharia da Computação EAD

E aí, está pensando em estudar Astronomia? Vai tentar vaga nas universidades públicas ou optar pelas particulares? Conte para a gente!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário