Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Descubra quanto ganha um jornalista

Nos últimos anos, tivemos o surgimento e o crescimento aceleradíssimos de novas maneiras de se comunicar: as redes sociais vieram com tudo, os celulares ficaram mais inteligentes e a internet está em toda parte, até nos relógios e nas geladeiras.

A cada nova plataforma que surge, o jornalismo se reinventa, busca maneiras de identificar e falar a novos públicos, incorpora ferramentas, experimenta formatos.

O jornalista contemporâneo é multifacetado, atento às novidades e tem a incrível capacidade de se adaptar rapidamente a diferentes cenários.

É uma área concorrida, com salários bastante diversificados. Para que você tenha uma ideia mais completa de quanto ganha um jornalista, a gente foi atrás dos valores e das áreas que estão mais quentes no momento.

Veja a seguir!

Quanto ganha um jornalista

A média salarial de um jornalista no Brasil é R$ 4.000 mensais. Esse valor é pago a profissionais com quatro a seis anos de experiência e que trabalham em empresas de médio porte.

Em empresas menores, a média cai para R$ 3.100, enquanto nas maiores ela sobe para R$ 5.100.

No início de carreira, os profissionais ganham entre R$ 1.900 e R$ 3.300.

Os valores mais atraentes são reservados àqueles que têm mais tempo de mercado: entre R$ 4.800 (pequenas empresas) a mais de R$ 8.000 (grandes empresas).

Mas não fica só nisso não. Jornalismo é uma área superampla, que oferece aos profissionais diversos ramos de atuação.

O assessor de imprensa, que é uma atividade muito popular entre jornalistas, ganha entre R$ 4.700 e R$ 12.000. Já o assessor de comunicação ganha entre R$ 5.000 e R$ 12.600.

O redator de comunicação e o editor de jornal recebem entre R$ 3.000 e R$ 5.800.

Repórteres ganham entre R$ 2.800 e R$ 5.600. Se for repórter fotográfico, pode receber mais de R$ 6.000.

Quem trabalha como consultor pode ganhar entre R$ 5.000 e R$ 12.500.

Os melhores salários estão reservados a jornalistas em cargo de chefia, aqueles que exigem um bom conhecimento de comunicação aliado a gestão e negócios.

Diretores e gerentes de comunicação em grandes empresas chegam a ganhar mais de R$ 25.000.

Se você está pensando em entrar na área, saiba como funciona a graduação a seguir.

O curso de Jornalismo

Jornalismo é um bacharelado com quatro anos de duração.

Trata-se de um curso bastante dinâmico, que mistura atividades práticas e teóricas, e oferece inúmeras possibilidades de atuação aos seus estudantes.

Em algumas universidades, Jornalismo pode aparecer como uma habilitação atrelada à Comunicação Social. Em outras, aparece apenas como Jornalismo.

Em oito semestres, os alunos vão entender como se dá o processo de comunicação em diferentes meios: impresso, televisivo, radiofônico e digital – este último incluindo a produção de material para sites, portais e mídias sociais.

Entre os estudos teóricos, os alunos conhecerão as grandes teorias da comunicação, a cibercultura, filosofia, história da comunicação, política, marketing, cultura, poder e sociologia.

Na parte prática, vão aprender os segredos por trás da redação, da produção de jornais e revistas, técnicas de entrevista e reportagem, editoração, comunicação comunitária, jornalismo online, edição, telejornalismo, radiojornalismo, comunicação institucional, fotojornalismo, documentário.

Jornalistas podem trabalhar em diversos tipos de empresa: multinacionais, jornais, emissoras de rádio e TV, portais, assessorias de imprensa (empresas, celebridades, políticos), consultorias e no serviço público.

Hoje temos mais de 60 mil alunos matriculados em Jornalismo por todo o Brasil. O número dá uma ideia da concorrência que os futuros jornalistas encontrarão no mercado de trabalho.

Quanto custa uma faculdade de Jornalismo?

Sabia que dá para estudar Jornalismo no formato a distância?

Sim, mais de 30 faculdades oferecem a possibilidade de fazer o curso de casa, aproveitando os recursos digitais de aprendizagem e o acompanhamento remoto dos professores – e tudo isso com diploma reconhecido formalmente no mercado de trabalho.

Essa é uma excelente notícia para quem quer economizar, já que, além de eficientes, os cursos EAD normalmente são bem mais acessíveis do que os presenciais.

Hoje em dia é possível estudar Jornalismo EAD pagando cerca de R$ 350 por mês em faculdades de qualidade e bem conhecidas dos brasileiros (veja no próximo tópico).

Se o seu lance é estudar da maneira tradicional, a coisa muda um pouco de figura.

Na maioria das faculdades presenciais é preciso investir cerca de R$ 900 para estudar Jornalismo.

Nas mais baratas dá para encontrar o curso por cerca de R$ 700 por mês, enquanto nas mais caras os valores podem superar os R$ 1.500.

A vantagem é que os candidatos podem tentar bolsas de estudos, seja pelo ProUni (para quem fez o Enem) ou por meio das promoções oferecidas pelas próprias faculdades. Os cursos presenciais ainda podem ser financiados a juros baixos pelo FIES.

Onde estudar para ser jornalista

Na prática, qualquer profissional pode atuar como jornalista. Mas a verdade é que as empresas dão total preferência a quem é formado na área.

O Brasil tem um bom número de faculdades de Jornalismo. São mais de 300 espalhadas por todo o país, a maioria na rede privada de ensino.

Para se destacar num mercado tão concorrido, a dica é optar por uma formação de qualidade. Dê prioridade às faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC, sempre.

A gente aproveitou para separar algumas delas para você. Conheça:

Veja também:

Descubra tudo sobre o curso de Jornalismo online

O que achou dos salários dos jornalistas? Conte para a gente nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário