Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Descubra quanto ganha um farmacêutico

Pensando em ingressar na carreira de farmacêutico? Neste artigo, conheça mais sobre essa profissão e seus salários!

O que faz um farmacêutico?

Os farmacêuticos são os profissionais responsáveis pelo desenvolvimento, produção (em escala magistral e industrial), controle de qualidade, armazenamento, distribuição, transporte e liberação de produtos e serviços farmacêuticos.

Esses profissionais ainda podem realizar análises clínicas, toxicológicas, físico-químicas, biológicas, microbiológicas e bromatológicas e fazer pesquisas sobre os efeitos de medicamentos e outras substâncias sobre órgãos, tecidos e funções vitais dos seres humanos e dos animais.

No setor público, os farmacêuticos podem coordenar políticas de assistência farmacêutica e atuar na regulação e fiscalização de estabelecimentos, produtos e serviços farmacêuticos. 

Quais as áreas de atuação de Farmácia?

Não pense que o farmacêutico pode trabalhar somente em farmácias e drogarias, essa profissão permite a atuação em vários setores. Eles também podem atuar em laboratórios, distribuidoras, hospitais, postos de saúde, institutos de pesquisa, vigilância sanitária e indústrias de produtos farmacêuticos, produtos alimentares, cosméticos e outras.

Atualmente, o Conselho Federal de Farmácia reconhece mais de 100 especialidades da área, agrupadas nas seguintes linhas de atuação:

  • Alimentos;
  • Análises clínico-laboratoriais;
  • Educação;
  • Farmácia;
  • Farmácia hospitalar e clínica;
  • Farmácia industrial;
  • Gestão;
  • Práticas integrativas e complementares;
  • Saúde pública;
  • Toxicologia.

Afinal, quanto ganha um farmacêutico?

De acordo com os últimos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), consultados pelo site Salario.com.br, a média salarial de um farmacêutico no Brasil é de R$ 3.416,67.

Considerando os farmacêuticos contratados em regime CLT, a faixa salarial desses profissionais fica entre R$ 3.118,36 (média do piso salarial), R$ 3.324,00 (salário mediana da pesquisa) e R$ 5.862,14 (teto salarial).

O salário inicial dos recém-formados na área é de R$ 3.321,71 mensais. Para os que pretendem seguir carreira pública, a média salarial é de R$ 3.205,25, cerca de 6% menor do que a média salarial do setor privado.

Como é o curso de Farmácia?

A graduação em Farmácia é de nível bacharelado e tem duração média de 5 anos. O curso habilita profissionais a exercer atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas e ao controle, produção e análise de alimentos.

Segundo as Diretrizes Curriculares de Farmácia, ao longo do curso, os estudantes aprendem diversas competências e habilidades, entre elas:

  • Atuar na pesquisa, desenvolvimento, seleção, manipulação, produção, armazenamento e controle de qualidade de insumos, fármacos, sintéticos, recombinantes e naturais, medicamentos, cosméticos, saneantes e domissaneantes e correlatos;
  • Realizar, interpretar, emitir laudos e pareceres e responsabilizar-se tecnicamente por análises clínico-laboratoriais, incluindo os exames hematológicos, citológicos, citopatológicos e histoquímicos, biologia molecular, bem como análises toxicológicas, dentro dos padrões de qualidade e normas de segurança;
  • Realizar procedimentos relacionados à coleta de material para fins de análises laboratoriais e toxicológicas;
  • Atuar no planejamento, administração e gestão de serviços farmacêuticos, incluindo registro, autorização de produção, distribuição e comercialização de medicamentos, cosméticos, saneantes, domissaneantes e correlatos;
  • Atuar no desenvolvimento e operação de sistemas de informação farmacológica e toxicológica para pacientes, equipes de saúde, instituições e comunidades;
  • Interpretar e avaliar prescrições;
  • Formular e produzir medicamentos e cosméticos em qualquer escala;
  • Gerenciar laboratórios de análises clínicas e toxicológicas;
  • Atuar na seleção, desenvolvimento e controle de qualidade de metodologias, de reativos, reagentes e equipamentos.

A grade curricular do curso inclui conteúdos de Ciências Exatas, Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Humanas e Sociais e Ciências Farmacêuticas. Veja algumas das disciplinas do curso:

  • Administração e Empreendedorismo Farmacêuticos;
  • Anatomia Humana;
  • Assistência Farmacêutica;
  • Biofarmácia;
  • Bioquímica Clínica e Fluidos Corporais;
  • Bioquímica dos Alimentos;
  • Biossegurança;
  • Citologia, Histologia, Embriologia;
  • Citopatologia Clínica;
  • Controle de Qualidade Biológico e Microbiológico de Medicamentos;
  • Controle de Qualidade Físico-químico de Alimentos;
  • Controle de Qualidade Físico-químico de Medicamentos;
  • Cosmetologia;
  • Epidemiologia e Saúde Coletiva;
  • Farmacobotânica;
  • Farmacoepidemiologia e Farmacovigilância;
  • Farmacognosia;
  • Farmacotécnica;
  • Farmácia Clínica;
  • Farmácia Hospitalar;
  • Hematologia e Imunologia Clínicas;
  • Homeopatia e Fitoterapia;
  • Imunologia;
  • Introdução Às Ciências Farmacêuticas;
  • Matemática Aplicada Às Ciências Farmacêuticas;
  • Microbiologia Clínica;
  • Química Farmacêutica e Medicinal;
  • Tecnologia dos Alimentos;
  • Tecnologia Farmacêutica;
  • Toxicologia;
  • Ética Profissional e Legislação Farmacêutica.

Para se formar, o estudante precisa apresentar seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e cumprir, no mínimo, 20% da carga horária total do curso em estágio supervisionado obrigatório em Saúde Coletiva, Assistência Farmacêutica, Farmácia de Manipulação, Farmácia Hospitalar, Análises Clínicas e Toxicológicas), Farmácia Clínica e Atenção Farmacêutica e Indústria de Medicamentos, Cosméticos, Saneantes e/ou Alimentos.

Onde cursar Farmácia pagando menos?

Se interessou pela carreira de farmacêutico? Antes de ingressar no curso da área, seja presencial ou a distância, é importante pesquisar mais sobre a instituição que pretende ingressar, a estrutura e currículo do curso e ver suas avaliações no Ministério da Educação (MEC).

Existem faculdades particulares que ofertam ótimos descontos em suas mensalidades e ingresso sem burocracia, com ou sem a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Confira em algumas dessas instituições bem reconhecidas pelo MEC para você estudar Nutrição pagando menos:

Leia também: Farmácia EAD: Conheça o curso, mercado e veja onde estudar 

E você, já sabe onde cursar Farmácia? Conta para a gente nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário

Descubra a faculdade certa para você!