Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Descubra quanto ganha um biomédico

Biomedicina é o resultado dos estudos da Biologia aplicados às práticas da Medicina e vice-versa.

Embora seja uma área ainda discreta, pelo menos no Brasil, sua importância para a sociedade é gigantesca. Tanto é que vem sendo considerada uma das profissões chave para as próximas décadas.

O motivo disso é fácil de entender: Biomedicina se dedica aos estudos da saúde humana, animal e vegetal, investiga as doenças, suas formas de propagação e cura, os elementos que podem impacto positivo no nosso organismo, análises clínicas e produção de novas substâncias para o mercado.

Os biomédicos são, de certa forma, uma espécie “biohackers”. A gente deve a eles a descoberta de vacinas, cosméticos e tratamentos revolucionário de doenças, por exemplo.

O campo de trabalho tem tudo para crescer bastante no Brasil. Mas será que os salários estão acompanhando a tendência?

A seguir, descubra quanto ganha um biomédico e onde encontrar as melhores faculdades para fazer seu curso.

Quanto ganha um biomédico

No Brasil, a média salarial de um biomédico é de pouco mais de R$ 2.900 por mês.

É ainda baixo, considerando a importância do biomédico para a sociedade.

O cenário melhora com a experiência. Quanto mais tempo de profissão, mais alto o salário. Com oito anos ou mais de rodagem, o salário do biomédico pode superar os R$ 6.000 mensais – dependendo, claro, do tamanho da empresa empregadora.

No início de carreira os salários variam de R$ 1.850 para os recém-formados a R$ 2.300 para quem tem até dois anos de experiência.

O setor fabril costuma pagar melhor. Quem trabalha em indústrias produtoras de medicamentos, alimentos e cosméticos ganha entre R$ 4.300 e R$ 9.000.

Biomédicos que trabalham com gestão de equipes e de empreendimentos (como chefe em laboratórios e clínicas especializadas, por exemplo) ganham entre R$ 5.200 e R$ 13.000.

Há também excelentes salários para quem pretende seguir o caminho da gestão ambiental – outra área em que o biomédico pode atuar. Nesse caso, o salário é bem mais alto que os demais: média nacional de R$ 7.400, podendo ultrapassar os R$ 18.000 em alguns casos.

E agora, bateu aquela vontade de fazer Biomedicina? Veja a seguir como é o curso!

O curso de Biomedicina

O curso de Biomedicina tem alta disponibilidade no Brasil. Dá para encontrá-lo em centenas de faculdades, boa parte delas na rede privada.

Durante oito semestres (ou quatro anos), os alunos vão encarar os estudos das ciências moleculares e celulares, sistema imunológico, instrumentação, química e bioquímica, biotecnologia, bromatologia, genética, patologia, prática em saúde, citopatologia, microbiologia, parasitologia, bacteriologia, virologia, toxicologia e muito mais.

Na parte médica, vão descobrir os segredos da hematologia e dissecar as particularidades do sistemas tegumentar, locomotor, reprodutor, digestório, endócrino, renal, nervoso, cardiorrespiratório e vários outros.

É uma graduação com uma carga elevada de atividades práticas, ideal para quem curte estudar com dinamismo e mão na massa.

Biomedicina também é forte na modalidade a distância.

Para quem curte estudar com mais flexibilidade, o EAD oferece a possibilidade de fazer o curso por meio de teleaulas, videoconferências e várias outras ferramentas de estímulo ao conhecimento.

Quanto à parte prática – preocupação de muitos estudantes da área da Saúde – ela acontece normalmente, de forma presencial, nos polos de apoio da faculdade, com acompanhamento de professores e tutores.

O formato tem reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) e, portanto, o diploma é válido no mercado de trabalho.

Tanto o curso presencial quanto o EAD têm estágios curriculares obrigatórios e exigem do aluno a apresentação de um trabalho de conclusão de curso.

Quanto custa estudar Biomedicina

Por mais que seja um curso da área de saúde, Biomedicina não custa tão caro quanto muita gente supõe.

O valor das mensalidades muda de acordo com a modalidade de ensino e a faculdade escolhida.

Quem prefere estudar presencialmente vai encontrar mensalidades entre R$ 800 e R$ 1.500. O valor médio é R$ 1.100.

Já os cursos a distância são ideais para quem quer economizar. Aqui, os valores vão de R$ 500 a R$ 700, aproximadamente. Lembrando que, mesmo sendo EAD, a graduação não abre mão das atividades práticas – elas podem ser realizadas com frequência semanal ou quinzenal.

Quem precisa de uma ajuda extra para entrar de vez na faculdade não deve desanimar. Biomedicina aparece com frequência em programas como o FIES, para quem quer financiar os estudos, e no ProUni, para quem busca uma bolsa integral ou parcial para estudar com mais tranquilidade.

Muitas faculdades também têm seus próprios programas de bolsas e parcelamento a juros baixos. Dê uma pesquisada antes de fazer a matrícula.

As melhores faculdades de Biomedicina

Por todo o Brasil, mais de 360 faculdades dispõem do curso de Biomedicina. Entre elas, 60 contam com o curso EAD.

Dados do MEC revelam que há, atualmente, mais de 75 mil matriculados.

Para quem está pensando em fazer esse curso, um conselho: escolha uma boa faculdade. A área está em crescimento e as empresas estão à procura dos melhores profissionais.

E nem sempre a melhor faculdade é a mais cara. Repare na avaliação do curso junto ao MEC e na receptividade da faculdade pelo mercado de trabalho. Quem se forma numa instituição conceituada tem mais chances de se dar bem na disputa por uma vaga.

Pensando nisso, a gente preparou uma lista de boas faculdades onde você pode estudar Biomedicina com qualidade e fazer bonito na profissão.

Clique para conhecer:

Veja também:

Entenda como é fazer um curso de Biomedicina semipresencial

Está com planos de fazer Biomedicina? Conte para a gente o que achou dos salários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário