Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Descubra quanto sai uma faculdade de Gastronomia

Tem paixão pela comida e seu sonho é trabalhar em um ambiente onde tenha a oportunidade de preparar pratos deliciosos? Então Gastronomia é a profissão perfeita para você. Saiba agora quanto custa estudar Gastronomia!

Nos últimos anos, programas de culinária viraram tendência na TV e despertaram o interesse do público. Consequentemente, o interesse pela Gastronomia aumentou e a profissão também virou tendência, sendo uma mais procuradas atualmente.  Porém, uma dúvida muito comum entre aqueles que desejam seguir a carreira é sobre quanto custa estudar Gastronomia. Veremos isso a seguir!

Quanto custa estudar Gastronomia

Os cursos presenciais custam a partir de R$600,00 e vão até R$3.000. Porém, os cursos na modalidade EAD saem por um valor mais em conta, a partir de R$ 440,00. Confira a seguir opções em diferentes faixas de preço:

Cursos de Gastronomia com mensalidades que custam até R$ 500

  • Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) – São Paulo e polos em diversos locais do Brasil. Modalidade EAD e semipresencial.
  • Universidade de Franca (UNIFRAN) – São Paulo e polos em diversos locais do Brasil. A mensalidade pode variar de acordo com o plano escolhido.
  • Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) – São Paulo e polos em diversos locais do Brasil. Modalidade EAD e semipresencial.
  • Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio – CEUNSP – Itu (SP)
  • Universidade Anhembi Morumbi – São Paulo
  • Centro Universitário de Maringá – Unicesumar – São Paulo

Cursos de Gastronomia com mensalidades que custam até R$ 900

  • Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL – Santa Catarina
  • Universidade Positivo – Curitiba (PR) – (modalidade semipresencial)
  • Faculdade Maurício de Nassau – UNINASSAU – Maceió (AL)
  • Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) – São Paulo e polos em diversos locais do Brasil. A mensalidade varia de acordo com o plano de pagamento escolhido).
  • Faculdade método de São Paulo – Famesp – São Paulo

Podemos perceber que os valores das mensalidades variam bastante. Isso ocorre, principalmente, por conta da modalidade escolhida para estudar.

A modalidade presencial costuma ser mais cara do que a EAD, pois nela a instituição tem um gasto maior com infraestrutura (computadores, salas, bibliotecas físicas, energia, funcionários etc). Na modalidade EAD isso não ocorre, já que o aluno estuda em sua casa, por meio da internet.

Áreas de atuação do profissional de Gastronomia

Chef: o chef é responsável pela cozinha e por gerenciar toda a equipe. É ele que vai planejar e preparar cardápios em restaurantes comerciais, industriais, hospitalares, bares e bufês.

Consultoria: prestar assessoria técnica para donos de restaurantes. Auxilia no processo de abertura de novos estabelecimentos ou propõe melhorias em restaurantes já existentes. As melhorias propostas pelo consultor variam bastante, podendo ir desde a alteração no layout até mudanças nos cardápios e fornecedores.

Cozinheiro: atuar em diversos estabelecimentos, em várias etapas da preparação de um prato.

Desenvolvimento de produtos: testar alimentos produzidos pela indústria.

Ensino: ministrar aulas de culinária em instituições de Gastronomia.

Gestão do negócio: administrar todas as etapas referentes ao bom funcionamento de um restaurante. O gerenciamento de um estabelecimento envolve a contratação e treinamento de pessoal, o planejamento e o controle de recursos financeiros e a relação com os clientes.

Padeiro: profissional responsável pela preparação de pães.

Pâtissier: profissional formado em gastronomia e especializado em confeitaria e panificação. Cria e prepara pratos decorados e doces.

Personal chef: trabalha como chef de cozinha em residências particulares, desenvolvendo cardápios e receitas para uma vida mais saudável.

Segurança alimentar: realiza vistorias em cozinhas industriais e restaurantes. As vistorias são feitas para verificar se as regras de segurança alimentar estão sendo executadas.

Como é o curso de Gastronomia

Existem duas maneiras de ingressar na carreira. A primeira é realizando um curso de grau bacharelado e a outra é por meio do curso de grau tecnológico.

O currículo do bacharelado é composto por disciplinas teóricas e práticas. Sendo assim, aulas teóricas de história da Gastronomia, microbiologia, bioquímica e segurança alimentar se mesclam com aulas práticas sobre o preparo de coquetéis e drinques, sobremesas, confeitaria, panificação e cozinhas brasileira e internacional.

Durante o curso, o aluno também verá assuntos relacionados ao funcionamento de restaurantes, treinamento de pessoal e gestão financeira. Além disso, a grade também é composta por matérias como sociologia, matemática, estatística, psicologia e direito.

Aqueles que optarem pelo curso de grau tecnológico terão uma grade mais focada em disciplinas práticas. Isso fará com que você passe a maior parte do curso desenvolvendo atividades na cozinha. Nestas aulas o aluno deve aperfeiçoar habilidades como o manuseio de instrumentos e técnicas de preparo. Também vai aprender sobre higiene e segurança alimentar e organização de eventos e banquetes.

No curso tecnológico você também terá conteúdos de administração, marketing, gestão de pessoas e empresarial, mas com menos ênfase do que no bacharelado. Algumas instituições ministram disciplinas específicas, como Gastronomia hospitalar, técnicas dietéticas e dietas alternativas.

Vale ressaltar que o bacharelado tem duração de 4 anos e o curso de grau tecnológico dura 2 anos.

Além disso, você que realizou o Enem pode tentar bolsa de 50% ou 100% pelo ProUni ou financiamento pelo FIES. Outra opção interessante é concorrer a programas de bolsas das próprias universidades, pois a maiorias das instituições privadas oferecem essa possibilidade.

Onde estudar Gastronomia

Mesmo que você não consiga ser aprovado em um desses programas de bolsas e financiamento, existem diversas faculdades com preços acessíveis. Para ajudar você nessa busca, selecionamos algumas opções de universidades para você estudar Gastronomia. Todas as faculdades selecionadas são reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). Confira as opções:

As universidades informadas acima oferecem o curso de Gastronomia tanto na modalidade presencial como na EAD. Todas elas possuem programas de bolsas, portanto se você não conseguir aprovação no ProUni ou no FIES, pode concorrer ao programa da própria faculdade.

OBS: Todas as faculdade citadas acima também aceitam a nota no Enem como forma de ingresso em seus cursos.

Como é estudar Gastronomia EAD?

Estudar EAD tem sido a preferência de muitas pessoas, já que a modalidade oferece preços mais baixos e maior flexibilidade de horários. Outro motivo que vem colaborando para o aumento dos cursos a distância é a aceitação no mercado de trabalho. Já foi o tempo que os recrutadores torciam o nariz para esse tipo de curso, hoje o curso conquistou seu espaço e possui muita credibilidade.

As aulas acontecem por meio da internet, em uma plataforma da faculdade. Nela, além de assistir as videoaulas você conseguirá participar de debates e tirar dúvidas relacionadas a matéria. As provas acontecem presencialmente, bem como os encontros integradores que acontecem algumas vezes no mês.

Veja também:

Confira como é o curso de Gastronomia EAD
Confira as 10 melhores faculdades com ensino a distância

Agora que suas dúvidas em relação a quanto custa estudar Gastronomia foram solucionadas, você já decidiu se vai realizar a graduação? Queremos saber!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário