Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Isenção do Enem 2020: como pedir a sua isenção?

Saiba como pedir a isenção da taxa de inscrição do Enem 2020. Descubra, ainda, como usar sua nota no exame para entrar na faculdade.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cobra uma taxa de inscrição. Em 2019, o valor foi de R$ 85. Já em 2020, é provável que ele aumente um pouco, mas ainda fique abaixo de R$ 90. Existem casos, entretanto, em que o aluno pode solicitar isenção da taxa.

Quer saber como funcionam os pedidos de isenção da taxa do Enem? Reunimos todos os detalhes abaixo. Confira!

Como pedir a isenção do Enem 2020?

O pedido de isenção deverá ser feito de forma digital, no site oficial do exame, dentro do portal do Inep. O prazo para fazer isso será definido pelo edital do Enem 2020, previsto para ser publicado no mês de março. 

Os interessados deverão informar dados pessoais e de contato, além de anexar documentos e comprovantes caso eles sejam solicitados pelo sistema.

Quem pode solicitar a isenção da taxa do Enem?

De acordo com os editais das últimas edições do Enem, podem pedir isenção da taxa:

  • O participante que estiver cursando a última série do ensino médio no ano corrente (2020) em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica. Esse é o caso mais simples: basta registrar as informações no site do Enem, informando o nome da escola em que você estuda. Se estiver tudo de acordo com as exigências, o MEC fornece a isenção automaticamente.
  • O participante que tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e que, além disso, tenha renda familiar per capita (por pessoa) igual ou inferior a 1,5 salários mínimos.
  • O participante que declare estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único), que exige: renda familiar por pessoa de até 0,5 salário mínimo ou renda familiar mensal (total) de até 3 salários mínimos. O participante que solicitar isenção da taxa de inscrição por estar incluído no Cadastro Único deverá informar o seu Número de Identificação Social (NIS). 

Atenção: o participante que solicitar isenção por baixa renda deverá ter documentos que comprovem a condição declarada – por exemplo: holerite, extrato de rendimento do INSS e comprovante de seguro-desemprego – sob pena de responder na Justiça e ser eliminado do exame. 

Período para pedir isenção da taxa do Enem

Normalmente, os estudantes interessados em pedir a isenção do Enem têm 10 dias para fazer essa solicitação, no começo de abril.

A solicitação de isenção é anterior ao período de inscrições, previsto para a primeira quinzena do mês de maio. 

Um ponto importante: efetuar a solicitação de isenção não significa que a inscrição no Enem tenha sido realizada. Todos os estudantes que quiserem fazer o exame deverão efetuar a inscrição no período estabelecido pelo edital.

Justificativa de ausência

O participante que teve concedida a isenção da taxa de inscrição na edição anterior do Enem (2019) e que não tenha comparecido aos dois dias de prova deverá justificar a ausência para solicitar a isenção da taxa de inscrição no Enem 2020. As regras para essa justificativa também serão definidas no edital publicado pelo Inep.

Onde ver o resultado da solicitação de isenção

O resultado será informado também no site oficial do Enem, ao fim do período estabelecido para o registro das solicitações. 

Quem tiver o pedido rejeitado poderá, ainda, solicitar recurso por meio do próprio sistema – nesses casos, provavelmente será necessário anexar mais documentos que comprovem as condições socioeconômicas do participante.

Onde estudar com a nota do Enem 2020

Seu resultado no Enem pode ser usado para conseguir uma vaga em universidades públicas ou privadas. Por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), por exemplo, você poderá se cadastrar para concorrer a uma vaga em instituições federais de todo o país.

Já em universidades privadas, é possível usar a nota do Enem como forma de ingresso direto (sem fazer vestibular) e para obter uma bolsa de estudos, seja por meio de programas federais, como o Programa Universidade para Todos (ProUni), ou de iniciativas mantidas pelas próprias instituições de ensino. 

Listamos abaixo algumas universidades particulares reconhecidas pelo MEC que aceitam sua nota no Enem como forma de ingresso, trabalham com programas federais e têm sistemas próprios de bolsas e descontos. Confira e clique para saber mais:

Navegue pelos sites e entre em contato com as universidades para se informar sobre cursos, processos seletivos, bolsas e descontos.

Leia também:

Entenda qual é a nota mínima que você tem que tirar no Enem

Saiba o que você pode fazer com a nota do Enem

Você vai fazer o Enem 2020? Já sabe que curso deseja fazer na faculdade? Conte para a gente nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário