Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Descubra se existe faculdade de Veterinária a distância

Tempo, disposição e recursos são fundamentais para se formar veterinário. Você já se perguntou se existe faculdade de Veterinária a distância? Saiba tudo o que você precisa aqui!

Quase toda criança já pensou em ser veterinário por amar brincar com pets. Para alguns (ou muitos!), essa paixão ultrapassou a infância, transformando o desejo de cuidar de bichinhos em uma profissão.

O Brasil é um dos países com o maior número de veterinários no mundo! Aqui, após a conclusão do curso, o profissional sai preparado para atuar em diversos setores, com salários que podem chegar a mais de 8 salários mínimos, previstos por lei.

No entanto, o curso de Veterinária, em sua maior parte, exige tempo integral do estudante (contabilizando aulas e outras atividades, como estágio obrigatório e assistido). Com tanto gasto de recurso e tempo, é normal se perguntar se existe faculdade de Veterinária a distância.

Confira o guia que preparamos com tudo o que você precisa saber se está pensando em ingressar em Veterinária!

Existe ou não existe faculdade de Veterinária a distância?

A resposta mais curta para essa pergunta é não, não existe faculdade de Veterinária a distância disponível no mercado. Apesar do MEC (Ministério da Educação) ter permitido que o curso de Medicina Veterinária seja oferecido como semipresencial, ainda não há registros de instituições que o ofereçam.

Um dos principais motivos para não existir uma faculdade de Veterinária EAD é o fato de que muitas das atividades desenvolvidas durante o curso precisam ser orientadas e supervisionadas por professores.

Por se tratar de um curso na área da saúde, na qual muitos dos procedimentos precisam ser ensinados presencialmente, criar uma graduação Veterinária EAD ainda é um desafio para as instituições.

Se a modalidade EAD era a única maneira de você realizar esse curso, não desista! Hoje em dia existem alternativas presenciais mais acessíveis para quem deseja fazer Medicina Veterinária mas não dispõe de tempo ou de tantos recursos, como programas oferecidos pelo governo e cursos meio período.

Como é o curso de Veterinária no geral?

A faculdade de Veterinária exige muito mais do que só amar os animais. O curso em si dura em média 5 anos e para atuar na profissão é preciso ter um diploma e registro no CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária).

O curso se trata de um bacharelado e é oferecido, normalmente, em período integral. Existem opções de faculdade de Veterinária meio período, mas mesmo nesses casos é preciso dedicar tempo para além das aulas, por conta das atividades práticas.

As matérias estudadas no curso vão de assuntos relacionados à área da saúde até ética, direito dos animais, empreendedorismo e sustentabilidade. Apesar de algumas matérias mudarem de acordo com a faculdade e região, algumas disciplinas são comuns à maioria das instituições:

  • Anatomia
  • Anestesiologia
  • Animais Silvestres
  • Biologia
  • Biofísica
  • Bioquímica
  • Diagnóstico por Imagem
  • Direito e Legislação
  • Direitos Humanos
  • Economia e Administração de Serviços Veterinários
  • Enfermidades Parasitárias
  • Epidemiologia Veterinária
  • Farmacologia
  • Fisiologia
  • Histologia
  • Inspeção Sanitária de Produtos de Origem Animal
  • Legislação Aplicada à Medicina Veterinária
  • Microbiologia e Imunologia
  • Moléstias Infectocontagiosas e Zoonoses
  • Nutrição Animal
  • Obstetrícia
  • Parasitologia
  • Patologia
  • Práticas Ambulatoriais a
  • Produção Animal
  • Responsabilidade Social e Meio Ambiente
  • Técnica Cirúrgica
  • Tecnologia de Produtos de Origem Animal
  • Toxicologia

É importante lembrar que, nos últimos semestres da faculdade de Veterinária, exige-se que o estudante faça um estágio, durante o qual colocará em prática aquilo que foi aprendido. É comum encontrar instituições que possuem seu próprio Hospital Veterinário para atendimento da comunidade, facilitando ainda mais o processo de estágio.

Além das clínicas, onde mais eu posso atuar no mercado de trabalho?

Todo o trabalho e energia gasto no curso de Veterinária é compensado pelas mais de 80 áreas em que um veterinário pode atuar depois de formado. Confira abaixo algumas delas:

Clínica e cirurgia de animais de pequeno porte

Uma das opções mais comuns de trabalho para um veterinário é atuar em uma clínica para pets, cuidando e realizando cirurgias em cachorros, gatos e outros animais de pequeno porte. Dentro dessa mesma área, o veterinário também pode se especializar como anestesista.

Indústria de produtos de origem animal

Nesse tipo de indústria, o médico veterinário é contratado para fiscalizar a produção de produtos de origem animal. Ele não participa do processo de pesquisa e criação desses alimentos, apenas atua fiscalizando o produto final.

Indústria de produtos para animais

Esse tipo de indústria elabora produtos para o uso dos animais, como tipos de ração, brinquedos, coleiras, etc. Aqui, o veterinário atua em todo o processo, auxiliando no desenvolvimento dos produtos e garantindo que eles sejam da melhor qualidade.

Conservação de espécies

O profissional que se especializa em conservação de espécies atua na prevenção de animais que estão em risco de extinção, ajudando no bem-estar deles e também auxiliando no processo de reprodução em cativeiro dessas espécies.  

Centros de pesquisa

Veterinários que trabalham em centros de pesquisas focam em descobrir e desenvolver novas tecnologias que possam colaborar para a melhoria de qualquer produto para animais, seja um novo aparelho ou uma nova fórmula para ração.

Produção e sanidade animal

Muito comum em fazendas, esse profissional cuida de grupos de animais, como as criações de gados. O papel do veterinário aqui é prevenir e tratar as doenças desses animais.

O médico veterinário pode atuar em diversas outras áreas, seja como profissional liberal (possuindo seu próprio negócio) ou até na área acadêmica, dando aula.

Além disso, o veterinário faz parte da categoria de trabalhadores que contam com um salário mínimo profissional definido por lei. Ou seja, a remuneração mínima que um veterinário pode receber está vinculada ao salário mínimo vigente no país, dependendo da jornada diária de trabalho:

  • Jornada de 6 horas: 6 salários mínimos
  • Jornada de 7 horas: 7,25 salários mínimos
  • Jornada de 8 horas: 8,5 salários mínimos

No entanto, se o profissional possuir seu próprio negócio, essa lei não é aplicável.

Onde estudar Veterinária presencialmente?

Hoje em dia é possível encontrar algumas maneiras mais acessíveis de se fazer uma faculdade de Veterinária. Programas do governo como ProUni e Fies facilitam a forma de pagamento, podendo, inclusive, dar bolsas integrais em faculdades particulares, como é o caso do ProUni.

Abaixo, separamos algumas faculdades que oferecem o curso de Veterinária certificado pelo MEC e que aceitam esses programas:

Veja também:

Saiba quanto sai uma faculdade de Medicina Veterinária

Descubra quanto tempo dura a faculdade de Veterinária

E você? Já sabia que não existe faculdade de Veterinária a distância? Gostaria de estudar Medicina Veterinária? Conhece alguém que estuda? Conta para a gente nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário