Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Descubra se existe faculdade de Engenharia de Alimentos EAD

Os cursos de Educação a Distância (EAD) são uma ótima oportunidade para aqueles que precisam de flexibilidade de local e horário para investir numa graduação. Afinal, nessa modalidade o estudante pode fazer as aulas quando e onde desejar.

Se você sonha em se tornar um engenheiro de alimentos, mas não sabe se há a possibilidade de realizar esse curso é oferecido a distância pode ficar tranquilo!

De acordo com o Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior (Cadastro e-MEC), desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC), no Brasil já existe faculdade de Engenharia de Alimentos EAD.

Quais são as faculdades que oferecem o Engenharia de Alimentos EAD?

Segundo o e-MEC, existem três instituições de ensino que possuem esse curso em atividade, são elas:

  • Universidade Caxias do Sul (UCS)
  • Centro Universitário União das Américas (Uniamérica)
  • Faculdade Católica Paulista (Facap)

As três faculdades são credenciadas e reconhecidas pelo MEC. Inclusive, a graduação oferecida pela Facap possui nota 5 no Conceito de Curso (CC), avaliação feita pelo Ministério da Educação e analisa a qualidade do curso.

Há ainda outras duas instituições de ensino que também oferecem o curso de Engenharia de Alimentos a distância (Centro Universitário Facvest e Centro Universitário de Jaguariúna), porém as graduações foram extintas.

Como é o curso de Engenharia de Alimentos EAD?

O curso de Engenharia de Alimentos forma profissionais aptos para administrar e vistoriar todo o processo de industrialização de alimentos, seja da colheita e escolha da matéria-prima até a logística de armazenamento e transporte.

Por ser um curso de Engenharia, o estudante desta graduação terá diversas matérias da área de exatas, tais como, Álgebra, Cálculo e Física. É apenas a partir do segundo semestre que as aulas começam a focar nos temas da Engenharia de Alimentos.

No curso a distância, as aulas podem ser feitas de acordo com a disponibilidade do estudante. Entretanto, os encontros presenciais, realizados nos polos de apoio, possuem datas fixas, seja para a apresentação de trabalhos, realização de provas e aulas extras.

Apesar do estágio supervisionado e do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) não ser obrigatório por lei, a maioria das instituições de ensino exigem que os alunos façam o estágio e o trabalho final para garantir que o estudante tenha contato com a profissão ainda durante a graduação.

Qual é a grade curricular do curso de Engenharia de Alimentos EAD?

Veja abaixo a lista com algumas das matérias mais cobradas nesse curso:

  • Química Geral
  • Introdução à Engenharia
  • Introdução à Engenharia de Alimentos
  • Química Orgânica
  • Introdução à Redação Técnica
  • Desenho Técnico
  • Física Geral
  • Gestão e Controle de Qualidade
  • Bioquímica
  • Álgebra
  • Nutrição Humana
  • Mecânica
  • Microbiologia
  • Gestão Industrial
  • Resistência dos Materiais
  • Estatística
  • Eletrotécnica
  • Algoritmos e Programação Aplicados à Engenharia
  • Cálculo
  • Físico-Química dos Alimentos
  • Sociologia
  • Economia
  • Processamento e Tecnologia de Alimentos
  • Fenômenos de Transportes
  • Análise de Alimentos
  • Tecnologia de Carnes e Derivados
  • Tecnologia de Embalagens
  • Tecnologia de Resíduos
  • Planejamento e Projetos
  • Tecnologia de Aves e Ovos
  • Tecnologia de Pescado
  • Comunicação Dialógica para Organizações
  • Controle de Processo
  • Tecnologia de Produtos Vegetais

Qual é a duração do curso de Engenharia de Alimentos a distância?

Assim como a graduação presencial, o curso a distância da Engenharia de Alimentos tem duração de, no mínimo, cinco anos.

Quais são as áreas de atuação do Engenheiro de Alimentos?

Com um mercado em constante expansão, a indústria alimentícia é a área que mais emprega esse profissional. Porém, além do curso de graduação, é obrigatório que o formando tenha cadastro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA) para exercer a função.

Veja algumas áreas de atuação do Engenheiro de Alimentos:

  • Desenvolvimento de técnicas, maquinários e softwares;
  • Gestão do processo de fabricação e conservação de produtos;
  • Controle de qualidade de processos e produtos;
  • Logística e distribuição;
  • Fabricação de produtos de panificação;
  • Controle e gestão de comércio varejista;
  • Fabricação de molhos, temperos, especiarias e condimentos;
  • Fabricação de laticínios;
  • Auxílio na gestão e administração de escritórios da área;
  • Gestão e fiscalização de restaurantes e similares;
  • Tratamento de resíduos;
  • Fiscalização e vigilância sanitária.

Qual é o salário do Engenheiro de Alimentos?

De acordo com o site Salario.com.br, o salário médio do Engenheiro de Alimentos é de R$ 4.438,35. Porém, a faixa salarial é de R$ 3.155 e o teto é de R$ 10.504,86.

Onde estudar Engenharia de Alimentos?

Se você não encontrou um curso de Engenharia de Alimentos EAD, ainda é possível fazer a graduação presencial, já que diversas faculdades espalhadas pelo Brasil oferecem esse curso.

Veja abaixo uma lista com faculdades bem avaliadas pelo MEC e que possuem vagas para o curso de Engenharia de Alimentos:

O que você achou desse curso? Conte nos comentários se você prefere estudar a distância ou presencialmente!

Saiba mais: Conheça tudo sobre o curso de Engenharia de Alimentos

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário