Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Cursinho presencial x online: vantagens e desvantagens

Com a pandemia de covid-19 e com o isolamento social, alunos de todo país tiveram que continuar os seus estudos a distância. Estudantes do ensino fundamental e médio, de cursinhos preparatórios e de universidades precisaram se adaptar ao modelo remoto para assistir às aulas e desenvolver suas atividades.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Estudar a distância já era uma realidade para alguns alunos, mas a maioria ainda estudava presencialmente. Esse é um fato comprovado pela pesquisa “Expectativas do Ensino no Brasil”, do instituto de pesquisas Minds & Hearts, que tinha como objetivo entrevistar os estudantes para entender o futuro do ensino no país.

cursinho online x presencial: vantagens e desvantagens

A pesquisa constatou que apenas 8% dos estudantes entrevistados já estudavam de forma remota antes da pandemia, enquanto 90% conheciam apenas cursos presenciais. Mas o modelo online conquistou espaço no mercado e, mesmo em um cenário de retorno presencial, 47% dos estudantes passaram a ter cursos online, 17% por videoaula, 16% por ambas as formas e 3% aulas híbridas.

No caso dos cursinhos preparatórios para vestibular e Enem o cenário foi o mesmo. Segundo Daniel Ferretto, criador da plataforma de estudos Professor Ferretto, “o isolamento social impediu os estudantes de saírem de casa. Com isso, muitos jovens puderam experimentar a modalidade de ensino online, e perceberam na prática que é possível, sim, aprender sem ser dentro de uma sala de aula”.

Se você ainda têm dúvida quando o assunto é escolher um cursinho presencial ou online, veja os pontos positivos e negativos de cada modalidade de ensino, de acordo com o professor Ferretto.

  • Custo x benefício: As plataformas de ensino online costumam ter preços mais acessíveis, já que não precisam de um espaço físico que comporte um número determinado de alunos. Como as plataformas podem ser acessadas por milhares de estudantes, do Brasil todo, tem valores muito mais em conta que os de cursos presenciais.

“É possível oferecer educação acessível sem perder a qualidade de ensino. Isso acontece porque, na Internet, se trabalha em escala. Por trabalhar com turmas pequenas, devido à limitação física de uma sala de aula, obviamente o ensino tradicional é bem mais caro”, comenta o influenciador

  • Comodidade: além do valor reduzido, muitos optam por estudar de casa por ser mais confortável e prático, além de não precisarem se deslocar até a unidade mais próxima de um cursinho tradicional. “O aluno economiza tempo, pois não precisa se organizar para sair de casa em um determinado horário, chegar até o local de aula, e retornar para casa. Todo esse tempo gasto em deslocamento e preparação pode ser direcionado para os estudos, em casa”.
  • Interação com outros estudantes: nesse quesito, o modelo tradicional leva vantagem, pois por mais que seja possível interagir virtualmente, não é a mesma coisa que o contato “olho no olho”. “Na nossa plataforma, tentamos solucionar esse gap oferecendo acesso irrestrito à comunidade de alunos, na qual os estudantes podem trocar ideias, debater conteúdos e  interagir. Mas, de fato, não se compara à convivência e ao contato proporcionado no presencial. De qualquer forma, mesmo no virtual, sempre é bom procurar companhia. Ficar 100% do tempo sozinho pode prejudicar os estudos”, diz.
  • Estudar de qualquer local: o modelo online permite que os alunos acessem a plataforma de onde estiverem, desde que tenham uma boa conexão de Internet. “O estudante consegue aproveitar qualquer intervalo para assistir a uma aula ou revisar um conteúdo específico, seja na fila do banco, no ônibus ou no uber, por exemplo”, sugere Ferretto.
  • Maior autonomia: por meio das plataformas online, os alunos ganham mais autonomia para aprender da maneira mais adequada ao seu perfil, diferentemente do modelo presencial. “No aprendizado pela Internet, o estudante organiza e faz a gestão de seu próprio plano de estudos, sem depender da grade e do que o professor decide apresentar naquele dia”, diz.
  • Horários mais flexíveis: no caso do ensino online, como as aulas ficam gravadas, os alunos não precisam se adequar a uma grade horária fixa, seguindo uma rotina menos “engessada”.

“Cada um pode fazer seu planejamento como preferir, e pode alternar os estudos entre um dia e outro – dividir as disciplinas da forma como fizer mais sentido para si. Mais uma vez, independentemente do horário que o aluno prefira estudar – manhã, tarde, noite, ou até madrugada- o importante é reservar de fato aquele período do dia para se dedicar aos estudos, sem distrações ou interrupções”, alerta ele.

Mesmo com todas essas vantagens do cursinho online, o professor Ferretto destaca a importância do aluno se dedicar aos estudos e traçar um bom planejamento:

“É preciso traçar um cronograma equilibrado, que contemple todas as disciplinas, e seguir aquilo que foi planejado. Esse é um risco que se corre ao estudar pela Internet, o aluno precisa estudar de tudo, não deixar de lado as matérias que não gosta ou que têm mais dificuldade. Mas, se organizar de forma adequada, flui bem”, comenta.

Veja também: 7 aplicativos para ajudar na rotina de estudos EaD

Cursos de graduação EaD

Se o modelo online funciona para você, saiba que no mercado existem diversas possibilidades para cursar uma graduação a distância. Isso mesmo! Os benefícios e as vantagens são os mesmos.

Além de todos os pontos positivos que uma graduação a distância proporciona, é possível cursar uma faculdade EaD por meio dos programas do governo: Sisu, Fies e Prouni. Ainda é possível ingressar com a nota do Enem ou fazer o vestibular tradicional da instituição de ensino superior desejada.

Outro ponto importante para destacar é que os cursos EaD são reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), então o seu diploma do ensino superior a distância terá o mesmo peso do que de um curso presencial.

Ficou curioso para saber se o curso que você sonha em fazer é ofertado no modelo a distância? Então confira a lista:

  •   Administração
  •   Agronegócios
  •   Agronomia
  •   Arquitetura e Urbanismo
  •   Artes Cênicas
  •   Artes Visuais
  •   Biologia
  •   Biomedicina
  •   Ciência da Computação
  •   Ciência Aeronáutica
  •   Ciências Agrárias
  •   Ciências Biológicas
  •   Ciências Contábeis
  •   Ciências Econômicas
  •   Ciências Naturais
  •   Ciências Sociais
  •   Computação
  •   Design de Interiores
  •   Design Gráfico
  •   Educação Física
  •   Enfermagem
  •   Engenharia Ambiental
  •   Engenharia Ambiental e Sanitária
  •   Engenharia Civil
  •   Engenharia da Computação
  •   Engenharia de Comunicações
  •   Engenharia de Software
  •   Engenharia de Produção
  •   Engenharia Elétrica
  •   Engenharia Mecânica
  •   Estética
  •   Farmácia
  •   Física
  •   Fisioterapia
  •   Fotografia
  •   Gastronomia
  •   Geografia
  •   Gestão Ambiental
  •   Gestão de Recursos Humanos
  •   História
  •   Informática
  •   Jornalismo
  •   Letras
  •   Marketing
  •   Matemática
  •   Música
  •   Nutrição
  •   Pedagogia
  •   Publicidade e Propaganda
  •   Química
  •   Relações Internacionais
  •   Relações Públicas
  •   Serviço Social
  •   Sistemas de Informação
  •   Sociologia
  •   Tecnologia da Informação
  •   Teologia

Onde fazer uma graduação EaD

Agora que você já escolheu seu curso, é hora de pensar na universidade. Como são muitas opções disponíveis no mercado, separamos uma lista com faculdades reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), que oferecem uma boa estrutura para o estudo a distância e que posseum condições especiais nas mensalidades:

Veja a seguir:

Saiba mais: + 7 dicas para se preparar para o vestibular

+ Descubra se existe estágio em curso EaD

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário

Descubra a faculdade certa para você!