Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Saiba tudo sobre o técnico em Radiologia e se existe em EAD

Assim como todas as profissões na área da Saúde, Radiologia está com tudo no Brasil.

Os empregos se espalham por clínicas, hospitais e centros de diagnóstico por imagem. Mas também há vagas em portos, aeroportos e em diferentes setores da indústria.

O curso é fácil de ser encontrado por aqui e tem a vantagem de ser totalmente voltado às necessidades do mercado de trabalho.

Isso significa que em poucos anos o profissional está pronto para colocar as mãos à obra.

Quer descobrir como? Saiba tudo sobre o técnico em Radiologia e se existe em EAD.

Sobre o curso técnico em Radiologia

O curso técnico de Radiologia tem duração média de dois anos e pode ser encontrado em diversas instituições de formação profissional do Brasil.

De nível médio, habilita o aluno a lidar com tecnologias e práticas ligadas à obtenção de imagens e informações através da radiação.

O profissional trabalha, por exemplo, com equipamentos médicos de raios-x, ultrassonografia, mamografia, densitometria e tomografias. No decorrer dos estudos vai aprender a operar diversos tipos de máquinas, empregar técnicas de segurança e processar as informações obtidas.

Agora, se você tem intenção de fazer um técnico em Radiologia a distância, vai ter de rever seus planos.

Não existem cursos técnicos de Radiologia no EAD por aqui.

Se você quiser estudar nesse formato, terá que optar pela formação de nível superior.

Mas quer uma excelente notícia? Com apenas um ano a mais de estudos você sai da faculdade com um diploma muito mais competitivo em mãos e irá chegar ao mercado com um belo diferencial!

Vamos entender mais sobre isso!

O curso superior de Radiologia

Se você quiser fazer um curso de Radiologia mais competitivo, saiba que existe uma opção de nível superior fácil de ser encontrada, o tecnólogo.

Na prática, a diferença entre o técnico e o tecnólogo é pouca, mas o impacto no mercado é gigante.

Com um diploma de nível superior em mãos, é possível melhorar a performance por meio de cursos de pós-graduação ou se aventurar pelos concursos públicos na área.

O curso dura em média três anos e está disponível em mais de 140 faculdades pelo país. Desse total, até o momento somente duas oferecem a graduação no formato EAD.

Como a oferta EAD ainda é muito pequena, é bem provável que você tenha de estudar no presencial caso opte por uma formação de nível superior em Radiologia.

Com um forte apelo prático, a graduação tem alta carga de aulas nos laboratórios dos da faculdade escolhida. É o momento em que irão aprender a lidar com os principais equipamentos da área – que não são poucos!

É uma graduação que forma profissionais mais completos para encarar um mercado supercompetitivo.

Mas a gente sabe que bate aquela dúvida no ar na hora de fazer a escolha correta. Por isso preparamos o tópico a seguir. Leia com atenção!

Técnico em Radiologia ou Tecnólogo em Radiologia: qual o melhor?

Os cursos técnicos têm alto impacto no mercado de trabalho, mas não custa lembrar mais uma vez: são de nível médio.

Considerando que o nosso mercado está cada vez mais competitivo, para ter uma carreira de sucesso por aqui é fundamental uma formação de nível superior.

Por isso, a gente recomenda optar sempre pelos cursos superiores em Radiologia, seja no presencial ou mesmo nas pouquíssimas opções de EAD disponíveis.

A gente sabe que eles requerem um esforço a mais por serem um pouco mais longos, mas a parte positiva é que os profissionais terão bem mais chances de desenvolverem e de expandirem suas carreiras mais adiante.

Além de tudo, quem optar pelo curso superior ainda pode tentar vaga pelos grandes programas do Governo Federal de acesso ao ensino superior: Sisu, para entrar em instituições públicas; ProUni, para tentar bolsa de estudos ou o FIES, para financiar a graduação a juros baixos!

O que se aprende no curso de Radiologia

Além de algumas matérias teóricas, como Saúde Ambiental, Epidemiologia, História da Radiologia, Legislação, Segurança, Controle de Qualidade, Biossegurança e Patologias, o estudante de Radiologia vai ter que colocar a mão na massa e aprender as principais técnicas da área, que incluem:

  • Densitometria Óssea
  • Dosimetria das Radiações
  • Exames Radiológicos
  • Mamografia
  • Medicina Nuclear e Radioterapia
  • Meios de Contrastes
  • Microbiologia e Imunologia
  • Primeiros Socorros
  • Processamento de Imagens
  • Proteção Radiológica
  • Radiobiologia
  • Radiologia Industrial
  • Radiologia Odontológica
  • Radiologia Veterinária
  • Radioterapia
  • Ressonância Magnética
  • Técnica para o Diagnóstico por Imagem
  • Tomografia Computadorizada
  • Ultrassonografia

A grade acima foi retirada da Cruzeiro do Sul Educacional (presencial) e dá uma ideia do ritmo necessário para completar os estudos.

Faculdades que oferecem o curso de Radiologia

Os cursos técnicos de Radiologia se espalham por escolas técnicas e centros de formação profissional, como o Senac. Certamente não vai ser difícil encontrar algum deles perto da sua casa.

As faculdades que oferecem o curso de superior de Radiologia são ainda mais fáceis de encontrar, com mais de uma centena de opções pelo país.

Abaixo, a gente separou algumas delas para você conhecer:

Veja também:

Veja os melhores lugares para fazer um curso semipresencial

Para você é melhor fazer um técnico em Radiologia ou um tecnólogo? Conte para a gente nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário