Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Saiba como fazer graduação a distância de forma gratuita

Será que existe como realizar um curso superior a distância gratuitamente? Vamos descobrir!

Um dos grandes sonhos do jovem é ter o seu diploma de ensino superior, porém muitas famílias não têm condição financeira suficiente para poder custear os estudos dos filhos e isso acaba sendo uma frustração.

O curso superior a distância tem crescido, pois, além da comodidade de estudar em qualquer lugar, existe também a diminuição dos custos que o curso presencial gera. No curso presencial, todos os dias o aluno precisa ir à instituição e além de ter custos com transporte, ainda tem gastos com alimentação e impressões de trabalhos.

Então, será que é possível realizar uma graduação a distância gratuitamente? Vamos ver!

Formas de estudar gratuitamente

Uma das formas mais comuns de fazer uma graduação a distância gratuitamente é optar por uma universidade pública federal, estadual ou escolas técnicas federais. Nessas opções, é necessário que o aluno passe por um processo seletivo a ser elaborado pela instituição que oferece o curso, já que o Sistema de Seleção Unificada (SISU) não oferece cursos na modalidade a distância.

ProUni

O Programa Universidade para todos (ProUni) oferece bolsas de instituições particulares de 50% ou 100%. Esses alunos não podem ter um diploma de ensino superior e precisam se encaixar nos requisitos exigidos pelo programa.

O melhor é que o ProUni disponibiliza bolsas para cursos a distância e são as bolsas menos concorridas, então isso dá mais chance para quem deseja conseguir uma vaga.

Requisitos para se candidatar

A princípio o estudante precisa ter feito o último Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) anterior à seleção do ProUni, pois a seleção é feita de acordo com a nota do ENEM. Caso não tenha feito, não conseguirá nem fazer o primeiro cadastro.

Lembrando que no ENEM o estudante precisa ter obtido nota igual ou superior a 450 pontos no seu exame e não ter zerado a redação.

Se fez o ENEM, já pode se candidatar e, para isso, é preciso observar a renda exigida para cada bolsa:

  • Bolsas parciais (50%): a renda bruta familiar deve ser de até três salários mínimos por pessoa.
  • Bolsas integrais (100%): a renda familiar deve ser de até um salário mínimo e meio por pessoa.

O estudante precisa atender pelo ao menos a uma das condições abaixo:

  • ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública.
  • ter cursado o ensino médio completo em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola.
  • ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral da própria escola privada.
  • ser pessoa com deficiência.
  • ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrar o quadro de pessoal permanente da instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos não há requisitos de renda.

Bolsas remanescentes

As bolsas remanescentes fazem parte de um processo que libera vagas de algumas instituições que, mesmo depois do processo regular, não aprovaram  nenhum aluno para cursar ou não teve nenhum estudante candidato à vaga.

Requisitos para as bolsas remanescentes:

  • seja professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrar o quadro de pessoal permanente da instituição pública, para os cursos com grau de licenciatura destinados à formação do magistério da educação básica.

ou

  • tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) a partir da edição de 2010 e obtido, em uma mesma edição do referido exame, média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a zero na redação.
  • não tenha sido aprovado no processo seletivo regular do ProUni (anterior).
  • não tenha sido aprovado no processo de bolsa remanescente do ProUni (anterior).

O candidato também precisa satisfazer a uma dessas exigências:

  • ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou em escola da rede particular na condição de bolsista integral da própria escola.
  • ser pessoa com deficiência.

ou

  • ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.

As vagas remanescentes servem para alunos que já estejam matriculados em alguma instituição. Caso a sua instituição não esteja oferecendo bolsa para o seu curso, você pode se inscrever em um curso de área afim e posteriormente solicitar a transferência de curso, aumentando assim as suas chances de concluir o ensino superior com uma bolsa de estudos.

Posso fazer qual curso com o ProUni?

No ProUni você terá muitas opções de cursos e melhor: poderá escolher a modalidade que quiser cursar.

No primeiro semestre de 2018, os cursos mais procurados foram:

  • Administração
  • Ciências Contábeis
  • Direito
  • Educação Física
  • Enfermagem
  • Engenharia Civil
  • Fisioterapia
  • Pedagogia
  • Psicologia
  • Serviço Social

Fonte: MEC

A modalidade mais procurada no ProUni é a presencial, o que deixa a concorrência bem menor nos cursos a distância.

Faculdades a distância que aceitam o ProUni

Essas faculdades também oferecem bolsas com descontos na mensalidades e têm convênios. Algumas aceitam até a nota do ENEM (qualquer edição) para a seleção e o melhor é que o aluno não precisa realizar mais nenhuma prova.

Veja também:

Os cursos que são e os que não são oferecidos a distância

Cursos tecnológicos a distância

Vai fazer um curso a distância? Conte pra a gente nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário