Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Entenda como é fazer um curso de Engenharia Mecatrônica EAD

A Mecatrônica está entre as engenharias mais complexas, pois combina elementos de mecânica, elétrica e computação num curso só.

Trata-se de uma graduação com muita carga de atividades presenciais, em laboratórios superespecializados.

Como as engenharias andam de mãos dadas com tecnologia, não é surpresa que tantos cursos dessa área tenham sido adaptados tão rapidamente para o formato a distância.

A Engenharia Mecatrônica, claro, não poderia deixar essa tendência passar.

Mas como é fazer um curso tão cheio de atividades práticas estudando remotamente?

Você vai se surpreender com a resposta. A seguir, entenda como é fazer um curso de Engenharia Mecatrônica EAD!

Como é fazer um curso de Engenharia Mecatrônica EAD

Para começar: existe curso de Engenharia Mecatrônica EAD?

Sim! Algumas faculdades já oferecem o curso de Engenharia Mecatrônica no formato a distância. Ainda são poucas, mas a tendência é que o número comece a se expandir conforme a procura for aumentando nos próximos anos. Tecnologia para isso já existe, e todo dia surge uma novidade na área.

Na maioria das faculdades, os cursos de engenharia são oferecidos no formato semipresencial, ou seja: aqueles que têm parte do curso a distância e parte com encontros presenciais frequentes.

Isso por que os cursos têm uma carga intensa de atividades práticas que deve preferencialmente ser apresentada em laboratórios especializados e bem equipados.

Por isso as faculdades preferem deixar a parte mais “teórica” do curso para que possa ser feita de casa, com a ajuda de um ambiente virtual de aprendizagem.

Na plataforma as aulas são apresentadas em vídeo e os estudantes têm à mão bibliotecas, ferramentas de contato com professores, fóruns de discussão, calendário de atividades e ferramentas que medem desempenho.

A dinâmica de estudos é diferente, mas a cobrança é a mesma.

Os alunos de Engenharia Mecatrônica EAD precisam fazer as atividades solicitadas dentro do prazo determinado, discutir temas e tirar dúvidas com professores, como se estivessem numa sala de aula tradicional.

Já os encontros presenciais têm frequência variada. Em algumas faculdades pode haver até dois por semana; em outras, um encontro a cada 15 dias. A dinâmica pode mudar de faculdade para faculdade.

Só que algumas estão inovando também nesse quesito.

A novidade é aplicada justamente para os cursos de Engenharia Mecatrônica EAD.

Agora é possível fazer o curso quase 100% a distância, com pouquíssimos encontros presenciais por semestre. Isso é possível graças a um sistema avançado de simuladores virtuais que utilizam realidade virtual tridimensional para chegar o mais próximo possível de uma experiência de laboratório real.

Em alguns casos é preciso ter alguns equipamentos a mais ou um computador mais potente.

Esse modelo tem o reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) e rende, sim, um diploma válido no mercado de trabalho – e sem precisar sair de casa!

Como toda graduação de Engenharia, a Mecatrônica EAD tem duração de cinco anos e os formados adquirem o título de bacharel.

Com o diploma em mãos, os profissionais precisam fazer registro junto ao Conselho Regional de Engenharia Arquitetura (CREA) para poderem atuar formalmente no mercado de trabalho.

O que se estuda no curso de Engenharia Mecatrônica EAD

As matérias que são apresentadas no curso de Engenharia Mecatrônica EAD são basicamente as mesmas do presencial.

Portanto, os alunos vão estudar os fundamentos das engenharias — muita química, física, matemática — e, a partir da segunda metade do curso, passam a mergulhar de vez no universo da Mecatrônica: circuitos elétricos e mecânicos, automação, controle e informática

A seguir, a gente destacou algumas das principais disciplinas que esperam por você no curso:

  • Modelagem em Engenharia
  • Programação Aplicada à Engenharia
  • Representação Bidimensional
  • Fundamentos de Eletricidade
  • Química e Ciência dos Materiais
  • Geometria Analítica e Álgebra Linear
  • Representação Tridimensional
  • Fundamentos de Mecânica
  • Circuitos Digitais
  • Circuitos Elétricos
  • Eletrônica Analógica
  • Sistemas Lineares
  • Sistemas Embarcados
  • Identificação, Modelagem e Simulação de Sistemas
  • Robótica
  • Sistemas de Controle para Automação
  • Instalações Industriais
  • Sistemas Hidráulicos e Pneumáticos
  • Redes Industriais

Qual o valor da mensalidade do curso de Engenharia Mecatrônica EAD?

Outra grande vantagem do curso de Engenharia Mecatrônica EAD é o investimento.

Nas faculdades totalmente a distância, é possível estudar pagando menos de R$ 400 por mês — valor muito em conta se considerarmos a empregabilidade das engenharias e os altos salários que são pagos aos profissionais.

Os cursos semipresenciais custam um pouco mais: por volta de R$ 600.

Os estudantes interessados nessa modalidade também podem recorrer a bolsa de estudos e financiamentos oferecidos pelas próprias faculdades. Basta fazer uma pesquisa ou entrar em contato com a secretaria do curso.

Onde estudar Engenharia Mecatrônica EAD

O único problema do curso de Engenharia Mecatrônica EAD é a baixa disponibilidade. Por ora, podemos encontrá-lo em pouquíssimas faculdades pelo país.

Algumas das faculdades que oferecem o curso são: PUC Goiás, FMU, Anhembi Morumbi e Unifacs.

Se você tem interesse em estudar Engenharia a distância, a alternativa a Mecatrônica é tentar os cursos mais próximos, como Engenharia Mecânica ou Elétrica, que são bem mais populares no EAD.

Optando por um desses, você tem universo muito maior de faculdades à escolha, inclusive algumas bastante conceituadas no mercado de trabalho, como:

Veja também:

Saiba tudo sobre o curso de Engenharia Mecânica EAD

Está pensando em fazer Engenharia Mecatrônica EAD ou terá de optar por um similar? Conte para gente aqui nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário