Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Saiba tudo sobre fazer o Enem digital 2020

No começo do ano, uma grande notícia foi anunciada: o Enem ganharia uma versão digital, feita totalmente pelo computador!

O anúncio animou vários candidatos, especialmente aqueles que curtem tecnologia.

Só que também lançou algumas dúvidas: como vai ser o esquema das provas digitais? Elas são diferentes das tradicionais? Vão acontecer ao mesmo tempo? Como ficam as datas com a pandemia de covid-19?

A gente tem resposta a essas e várias outras questões!

A seguir, saiba tudo sobre fazer o Enem digital 2020!

O Enem digital 2020

Esta é a primeira vez que o Ministério da Educação (MEC) vai aplicar as provas do Enem no formato digital.

Mas não vai ser para todo mundo. A versão computadorizada do exame mais esperado do ano será aplicada como piloto em apenas alguns estados e para um número relativamente reduzido de inscritos.

O “teste” será feito com cerca de 100 mil participantes em todo o Brasil.

A ideia é que, de forma progressiva, todo o Enem seja digitalizado até 2026.

Vamos a mais detalhes desse novo formato nos próximos tópicos!

Dá para fazer o Enem digital 2020 de casa?

O Enem digital será feito pelo computador, mas os participantes terão de se deslocar até os locais de prova normalmente, no dia e horário determinados.

A ideia é que os candidatos façam as provas em um ambiente controlado, para evitar fraudes.

Portanto, não dá para fazer o Enem digital de casa ou e qualquer outro local que não seja o apontado pelo MEC.

As provas serão aplicadas nos laboratórios de informática das escolas e instituições participantes.

Os candidatos vão fazer tudo por meio de um programa específico, que não permite acessar a internet ou navegar por outros aplicativos.

As questões objetivas devem ser resolvidas no próprio computador, assim como o preenchimento dos gabaritos.

A exceção é a redação, que continua a feita no papel e entregue ao fiscal de sala ao final de tudo.

As provas do Enem digital são as mesmas do Enem tradicional?

As provas do Enem digital terão questões diferentes do tradicional, mas irão manter o mesmo grau de dificuldade.

Os assuntos que podem cair são os mesmos que estão estruturados nas matrizes de referência apresentadas no edital.

As provas devem seguir também os mesmos esquemas de horário do Enem tradicional, com os portões fechando pontualmente às 13h (no horário de Brasília).

No primeiro dia os candidatos farão as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Eles terão 5 horas e 30 minutos para fazer tudo.

No segundo domingo terão de encarar Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, com 5 horas para fazer tudo.

Qual é a data do Enem digital 2020?

Inicialmente, as provas do Enem digital estavam marcadas para os dias 11 e 18 de outubro de 2020. As do Enem tradicional aconteceriam dias 1º e 8 de novembro.

Com a pandemia de covid-19, tudo mudou.

Por pressão da sociedade civil, todos os exames estão temporariamente suspensos. Na retificação do edital, publicado recentemente pelo Inep, as datas constam como indefinidas.

O estimado é que sejam aplicadas de 30 a 60 dias a partir das datas originais para os dois formatos, com o digital acontecendo dois domingos antes do tradicional.

Esses novos prazos foram computados levando em conta o controle da pandemia, de forma que seja seguro para todos os participantes fazerem as provas.

Como se inscrever no Enem digital 2020

As inscrições para o Enem 2020 já estão encerradas. O prazo final, que estava inicialmente fixado em 22 de maio, se estendeu até o dia 27 de maio.

A taxa de inscrição ficou em R$ 85.

No ato da inscrição os alunos residentes nas cidades onde haveria a opção de Enem digital puderam escolher o tipo de exame que gostariam de fazer.

Mais de 95% das vagas do Enem digital foram ocupadas logo no primeiro dia de inscrições.

Onde acontece o Enem digital 2020

O Enem digital 2020 será aplicado em 60 municípios brasileiros, espalhados por 17 estados e no Distrito Federal.

Veja onde acontece o Enem digital 2020:

  • Alagoas
  • Amapá
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • São Paulo

Os municípios que mais ofereceram vagas no Enem digital 2020 foram:

  • São Paulo – 14.303
  • Rio de Janeiro – 8.977
  • Belo Horizonte – 8.133
  • Fortaleza – 6.603
  • São Luís – 6.087
  • Teresina – 5.262
  • Porto Alegre – 4.232
  • Brasília – 4.024
  • Campo Grande – 3.405

O Enem digital 2020 tem a mesma validade do tradicional?

Sim, o Enem digital vale tanto quanto o tradicional.

Os candidatos que optarem por esse formato poderão, portanto, participar dos vários programas de acesso ao ensino superior oferecidos pelo governo federal, como:

  • Sisu, para disputar vagas em universidades públicas – que a partir do segundo semestre de 2020 passa a oferecer também vagas em cursos EAD!
  • ProUni, para quem quer tentar bolsas de estudos parciais ou integrais em faculdades privadas.
  • FIES, para financiar um curso superior a juros baixos e condições facilitadas de pagamento (por enquanto somente no presencial).

Além desses, os participantes do Enem digital ainda vão poder usar as notas das provas para entrar em uma faculdade privada sem precisar fazer vestibular.

Quer alguns exemplos de onde você pode estudar com bolsas do ProUni ou entrar pelo ingresso direto?

Veja abaixo:

Veja também:

Veja quais cursos técnicos EAD que estão em alta em 2020

Vai fazer ou gostaria de fazer o Enem 2020? Conte para a gente nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário