Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Descubra se a USP tem cursos EaD

Fundada em 1932, a Universidade de São Paulo é hoje uma das mais importantes universidades do Brasil. Saiba mais sobre ela ao continuar a leitura!

A instituição tem seu embrião nas Faculdades e Institutos que existiam na cidade de São Paulo a época de sua fundação e contou com a vinda de diversos intelectuais estrangeiros que contribuíram para sua edificação, como o sociólogo Roger Bastide, o antropólogo Claude Lèvi-Strauss e o historiador Fernand Braudel. Do exterior, a universidade importou o conceito ensino-pesquisa-extensão, que adota até hoje. 

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Com presença garantida em diversos rankings, a USP se tornou uma das mais respeitadas universidades do mundo. Em 2021, o World Reputation Ranking, da Times Higher Education, classificou a USP entre as posições 81 – 90 de seu ranking, sendo ela a única instituição brasileira a figurar entre as 100 primeiras posições. 

Ainda em 2021, em novembro, o Global Employability University Ranking and Survey, classificou a USP como a 90º melhor universidade do mundo em relação a empregabilidade de seus egressos. 

E a grandeza da instituição não se limita aos rankings. Em 2019, a USP tinha mais de 59 mil alunos em seus cursos de graduação e quase 40 mil nos programas de pós-graduação. No vestibular para ingresso em 2022, a instituição ofereceu 11.147 vagas em seus cursos de graduação presenciais, localizados em um dos seus nove campi, quatro deles na cidade de São Paulo. 

Como entrar na USP?

Atualmente, a USP possui duas formas de ingresso à graduação presencial: pelo vestibular da própria instituição, organizado pela Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest); e pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), viabilizado pelo Ministério da Educação (MEC). 

Vale ressaltar que, nas duas formas de seleção, a universidade, assim como diversas outras instituições públicas do país, utiliza a política de cotas sociais e raciais, reservando parte de suas vagas para alunos que cursaram o ensino médio em escolas públicas e para indivíduos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas com formação em escolas públicas.

Para ingresso em 2023, o vestibular da USP recebe inscrições daqueles interessados em um dos seus cursos de graduação entre o dia 15 de agosto e 23 de setembro de 2022. A primeira fase da seleção está prevista para acontecer no dia 4 de dezembro e a segunda fase nos dias 8 e 9 de janeiro.  

Leia Mais: Fuvest divulga o calendário do Vestibular 2023

O vestibular da USP é um dos mais concorridos do país e acontece em duas fases. Na primeira parte da seleção, os inscritos responderão 90 questões objetivas com conteúdos que compõem as disciplinas básicas do Ensino Médio Brasileiro, como  português e literatura, história, geografia, matemática, física e química. Com a observação do número de inscritos em cada curso e a média de acertos dos candidatos, a Fuvest divulga a nota de corte, que definirá quais postulantes realizaram a segunda fase da seleção. 

No primeiro dia da segunda fase, todos os estudantes irão responder 10 questões dissertativas de português e elaborar uma redação. No segundo dia, 12 questões de áreas relacionadas ao curso de ingresso serão respondidas pelos vestibulandos. 

Pelo Sisu, a nota do aluno no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), será utilizada para classificar os vestibulandos, de acordo com as vagas disponibilizadas pela USP para esta seleção. Para ingressar na universidade, o estudante precisa ter realizado o Enem no ano anterior já que sua nota nesta edição do exame será utilizada na seleção. Grande parte das vagas disponibilizadas pela instituição para o Sisu são reservadas a estudantes de um dos grupos de políticas afirmativas. 

Leia Mais: Descubra se é mais fácil entrar na USP pela Fuvest ou pelo Enem

Mas afinal, a USP tem cursos EaD?

Apesar das adaptações adotadas pela USP durante a pandemia, com flexibilização dos conteúdos presenciais, a universidade ainda não oferta cursos de graduação na modalidade de ensino a distância. No entanto, a instituição possui algumas opções de cursos de aperfeiçoamento, atualização, difusão e especialização a distância; além de disponibilizar conteúdos de seus professores em plataformas gratuitas, para aqueles que desejam aprender conteúdos com os renomados professores da instituição. 

Na plataforma Apolo, a USP oferta cursos de diversas modalidades, ministrados a distância e presencialmente, gratuitos e pagos. Ao acessar o portal, o futuro aluno pode verificar quais cursos estão recebendo inscrições e aqueles que começarão a receber em breve. Cada curso possui carga horária, requisitos e itinerários formativos diferentes. A maioria deles são sobre conteúdos específicos. 

No catálogo online, é possível encontrar cursos de todas as modalidades. Entre os cursos de aperfeiçoamento, existem cursos de Empreendedorismo, Personal Training e Psicobiologia. Entre os conteúdos de atualização fornecidos pela plataforma estão os cursos de Agrocomunicação, Agronegócios e Machine Learning. 

Entre os cursos de difusão, é possível aprender sobre Big Data, Modelagem 3D e Design Educacional. Nas formações de especialização, o aluno pode escolher entre um dos MBAs disponíveis, ou os cursos de Nutrologia ou Sistemas Sustentáveis. 

Leia Mais: Mestrados e MBA a distância reconhecidos pelo MEC

Onde assistir aulas da USP?

No canal oficial da universidade no Youtube, na seção “Aulas USP”, são postadas aulas de mais de 30 disciplinas, dos cursos de graduação e de pós-graduação, em diversas áreas do conhecimento e abertas a todos. Os temas abordados nos vídeos vão de Construção Civil a História do Brasil. Alguns deles podem ajudar estudantes que estão se preparando para o vestibular ou já frequentam uma instituição de ensino superior. 

Além do canal oficial, a USP possui uma plataforma própria, a e-Aulas, onde são postados conteúdos dos cursos de graduação, pós-graduação, extensão e conteúdos que compõem o ensino médio brasileiro. Na plataforma lançada em 2012 os conteúdos são separados por área do conhecimento, com mais de 1.400 horas em vídeo aulas. 

Conteúdos ministrados por professores da USP ainda são disponibilizados em plataformas de cursos online e na Univesp TV, o portal da Universidade Virtual do Estado de São Paulo. Se você tem interesse em uma graduação EaD, fique de olho nesse nome. A Univesp é a primeira universidade pública virtual do país, e oferece cursos semipresenciais, onde o aluno frequentara os polos apenas para realizar provas, participar de discussões e ser orientado pelos tutores. A universidade oferece os cursos de Engenharia de Produção, Engenharia de Computação, Licenciatura em Biologia, Licenciatura em Física, Licenciatura em Matemática, Licenciatura em Química, Pedagogia, Letras, Tecnologia da Informação, Ciência de Dados, Administração e Processos Gerenciais.  

Leia Também: Quais as vantagens de fazer curso livres EaD?

Em quais faculdades posso fazer um curso EaD?

Nos últimos anos, o EaD tem conquistado cada vez mais espaço nas universidades brasileiras. Além da praticidade, essa modalidade de ensino dá maior flexibilidade ao aluno e garante formação profissionalizante e superior sem sair de casa. Para aqueles que preferem ter aulas no ambiente das universidades, ainda é possível ingressar em um curso semipresencial, onde aulas presenciais e a distância são mescladas. 

Para te ajudar na escolha do seu próximo curso EaD, separamos uma lista de instituições que oferecem formação nessa modalidade e que contam com excelentes condições para novos estudantes. São instituições de ensino bem avaliadas pelo MEC, que oferecem descontos e não exigem a nota do Enem nem comprovação de renda. Confira abaixo:

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário

Descubra a faculdade certa para você!