Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Saiba tudo sobre o curso de Relações Internacionais EAD

Existe o curso de Relações Internacionais EAD? Descubra agora mesmo e esteja por dentro da graduação nessa área.

Relações Internacionais: com esse nome autoexplicativo fica fácil entender do que trata essa faculdade, não é mesmo? Também conhecida pelas abreviações RI ou REL, essa graduação é direcionada a quem quer ter uma visão ampla de mundo e gosta de discutir sobre assuntos que envolvam relações e conflitos entre nações ou organizações internacionais.

O curso de RI é indicado para quem quer ser diplomata e representar nosso país em situações de mediação e negociação entre partes – os chamados atores internacionais. Na verdade, a carreira do internacionalista, como chama o profissional dessa área, pode ter várias direções, vamos saber mais adiante.

Nossa questão agora é responder a você sobre o curso de Relações Internacionais EAD – afinal, há ou não essa possibilidade? Acompanhe!

Curso de Relações Internacionais EAD: existe essa opção?

A oferta pelo curso de Relações Internacionais EAD ainda é pouca. Somente algumas faculdades oferecem essa opção. No entanto, isso não deve atrapalhar seus planos de seguir a carreira de internacionalista – ou analista de relações internacionais. Há excelentes universidades que oferecem essa graduação presencialmente, como a Anhanguera e a Cruzeiro do Sul.

Para comprovar isso, vamos mostrar a você tudo que se estuda no curso de RI e como é a profissão e o mercado de trabalho.

O que faz um internacionalista: seu campo de atuação e mercado de trabalho

Esse profissional investiga mercados, analisa conjunturas políticas e econômicas, a situação política dos Estados e os riscos de conflito, negocia cooperação internacional e parcerias de interesse do país, aconselha projetos e investimentos fora, ajuda em acordos bi e multilaterais e representa os interesses do país em várias frentes e situações.

Pode atuar junto com o profissional de Comércio Exterior, abrindo caminhos para transações de importação e exportação – ele cuida das negociações e o profissional de Comex age para fechar os negócios e realizar todos os trâmites das operações.

Nas últimas décadas o campo de atuação do analista de RI foi ampliado, devido à globalização e evolução de tecnologias que tornaram possível a aproximação de países.

O mercado de trabalho não se resume somente a embaixadas. O internacionalista pode atuar em ministérios, prefeituras, empresas públicas e privadas, no governo estadual e em ONGs, por exemplo.

Também pode direcionar sua carreira ao ensino e à pesquisa, indo para universidades e centros de pesquisa.

Como é o curso de Relações Internacionais?

Que tal dar uma olhada na grade curricular de um curso de RI? Antes, saiba que todos são alinhados, mas que você pode encontrar uma disciplina com um nome na Unicid e com outro similar em outra universidade, mas isso é bem normal.

Quer ver um exemplo? Na Unicid há a disciplina “Segurança Internacional”, já na Unicesumar essa mesma disciplina é “Segurança e Diplomacia”.

Veja um exemplo de grade curricular, por semestres e com as disciplinas obrigatórias, de formação profissional e específicas do curso:

1º e 2º semestres:

  • Ciência Política
  • Comunicação e Expressão
  • Desenvolvimento Pessoas e Trabalhabilidade
  • História das Relações Internacionais no Brasil
  • Introdução à Economia
  • Introdução ao Estudo das Relações Internacionais
  • Cultura e Civilização dos Povos
  • Diplomacia e Política Externa Brasileira
  • Fundamentos de Espanhol
  • Métodos Quantitativos Aplicados às Relações Internacionais
  • Teoria Clássica das Relações Internacionais
  • Teoria das Organizações Internacionais

3º e 4º semestres:

  • Economia Contemporânea do Brasil e da América latina
  • Espanhol Aplicado
  • Fundamentos de Inglês
  • Metodologia da Pesquisa
  • Teoria Contemporânea das Relações Internacionais
  • Economia Internacional
  • Ética e Cidadania
  • Geopolítica
  • História das Relações Internacionais
  • Integração Econômica e Política Regional

5º e 6º semestres:

  • Comércio Exterior
  • Empreendedorismo
  • Fundamentos de Francês
  • Inglês Aplicado
  • Negociação e Arbitragem Internacional
  • Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente
  • Francês Aplicado
  • Política Internacional Comparada
  • Responsabilidade Socioambiental
  • Segurança Internacional e Estudos Estratégicos de Defesa Nacional

7º e 8º semestres:

  • Diplomacia Tradicional e Diplomacia Corporativa
  • Direito Internacional
  • Finanças Internacionais
  • Gestão de Organizações Transnacionais
  • Marketing Internacional
  • Ambiente Internacional
  • Relações Internacionais Contemporâneas

Nos últimos semestres também há o trabalho de conclusão de curso e o estágio obrigatório. As horas de atividades complementares são acumuladas por atividades realizadas ao longo dos semestres.

Onde estudar Relações Internacionais

Com cursos autorizados e reconhecidos pelo MEC, as seguintes instituições de ensino superior oferecem o curso de Relações Internacionais – por enquanto, somente na modalidade presencial:

O ingresso nessas universidades acontece por meio de vestibular, prova agendada ou diretamente pela nota do Enem. Ao visitar os sites, consulte as opções em descontos, bolsas de estudos e financiamentos – opções que deixam o curso de RI mais acessível e sem pesar tanto no bolso.

Leia também:

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Saiba quais são os 40 cursos mais bem remunerados

Você já decidiu sobre em qual universidade cursar Relações Internacionais? Conte pra gente nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário