Fale com a gente

Como funciona
  1. Busque sua vaga

    Compare preços e escolha a vaga que cabe no seu bolso.


  2. Garanta sua vaga

    Pague a adesão para garantir sua vaga.


  3. Estude pagando menos

    Aí é só fazer o processo seletivo e a matrícula na faculdade.


Atualidades

Pesquisas online: como encontrar fontes confiáveis

3 de abril de 2023
Pesquisas online: como encontrar fontes confiáveis
Imagem do autor
Escrito porBárbara Liz

Às vezes, sem nem mesmo repararmos, estamos buscando notícias, curiosidades, endereços e outros tipos de informação na rede. Para exemplificar, no ano passado, o blog do Oberlo divulgou um infográfico com algumas estatísticas sobre a pesquisa do Google. Uma delas apontava que o site de busca processa mais de 8,5 bilhões de pesquisas por dia. Bastante, certo?

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Claro que todas essas buscas são para diferentes finalidades. Mas para todo aluno e pesquisador, em especial os que estudam à distância, sabe-se que as ferramentas de busca são grandes aliados para tarefas e trabalhos.

No entanto, é muito importante buscar sites e fontes que também o auxiliem na procura por informação de qualidade.

Vamos entender como realizar pesquisas com segurança e acessar sites confiáveis, que contenham fontes verificadas com informações verdadeiras e relevantes – afinal, nada de desinformação no ensino à distância.

Qual a importância de buscar em fontes confiáveis?

A quantidade de conteúdo disponível nas redes é infindável, e está se renovando a toda hora. Buscar por um material que se apresente acessível, verdadeiro e que apresente alguns critérios – dos quais falaremos mais adiante – para ser considerado confiável, é essencial para ter credibilidade.

E quando dizemos “credibilidade”, é sobre usar informação ao criar seu próprio conteúdo, ao redigir um trabalho, ao usar uma fonte em uma tarefa da faculdade, e principalmente, ao repassar informações para conhecidos e familiares. Ninguém quer sair por aí divulgando fake news, certo?

Aliás, vamos relembrar um pouco sobre o termo que tomou as redes sociais nos últimos anos.

Fake News

O termo fake news existe há mais de um século, mas ganhou a mídia em 2016, com as eleições americanas. Desde então, tem sido usado para descrever informações falsas, enganosas ou intencionalmente manipuladas que são compartilhadas com o objetivo de enganar ou influenciar o público.

O fenômeno das fake news é considerado um problema sério para a formação da opinião pública, para a democracia e para a sociedade em geral, pois pode afetar negativamente a tomada de decisões informadas e levar a divisões sociais.

Apesar de conter a palavra ‘notícias’ no termo, para muitos especialistas, usar fake news não é a forma mais adequada de se referir à mentiras propagadas como verdades. Isso porque, ao usar “notícias falsas”, existe uma discordância com o próprio significado da palavra, já que uma notícia exige fatos. 

Na realidade, uma fake news pode ser chamada puramente de desinformação.

Por isso, um dos principais objetivos ao buscar fontes seguras e confiáveis de pesquisa, é realizar o combate a essas fake news.

Passo a passo para uma pesquisa segura e confiável

Algumas questões devem ser observadas ao buscar informações na internet. Desde quando escolhemos a palavra-chave da busca que queremos fazer, até o mecanismo de pesquisa utilizado, e mesmo as condições do site onde as informações estão armazenadas.

Portanto, para identificar fontes confiáveis, indicamos que você siga os seguintes passos:

  1. Identifique o tipo de informação que você precisa – se é uma notícia, uma informação para um trabalho, verificar a veracidade de algo – e selecione os termos de pesquisa relevantes. A forma como a busca é feita pode afetar nos resultados mais do que imaginamos.

  2. Utilize um mecanismo de busca confiável, como o próprio Google, ou mais especificamente para trabalhos escolares e universitários, o Google Acadêmico. Há ainda outras bases de dados científicos ou acervos de pesquisas, dependendo do assunto que você está buscando.

  3. Analise as fontes que aparecem nos resultados da pesquisa e selecione aquelas que são mais relevantes e confiáveis. Inclusive, confira a fonte da fonte: na lista de referências, busque sempre observar o material original de onde um certo dado foi retirado.

    Uma dica é buscar por sites cuja conexão é segura (aqueles que contam com o cadeado no canto esquerdo da barra de busca), possuem canais de contato, política de privacidade e outros fatores – como sua reputação online -, para acessar seu conteúdo.

  4. Verifique a credibilidade das fontes selecionadas, procurando por informações sobre a reputação do autor, a qualidade do conteúdo e se há evidências que sustentem o que está sendo afirmado.

  5. Considere a data da publicação, procurando por informações atualizadas, especialmente se o assunto estiver em constante evolução.

  6. Considere a fonte da informação, priorizando fontes confiáveis como revistas científicas, livros acadêmicos, especialistas na área e agências governamentais.

Ao seguir esses passos e tomar os devidos cuidados, você poderá encontrar e utilizar fontes confiáveis ​​para suas pesquisas. É importante sempre verificar a fonte e a qualidade da informação antes de usá-la em seus trabalhos, e se atentar em bater o mesmo dado em diferentes sites.

E claro, o mais importante: se houver dúvida sobre a veracidade da informação ou mesmo de algum ponto da notícia, não compartilhe.

Exemplos de sites confiáveis para pesquisa

Pesquisas online: como encontrar fontes confiáveis

Existem muitas possibilidades de pesquisas na internet, e para centralizar melhor como você pode fazer suas buscas por determinados tipos de assuntos e materiais, separamos alguns tipos de portais e seus respectivos sites de exemplo a seguir.

Sites de notícias


Separamos aqui alguns dos principais portais de notícias do país, reconhecidos principalmente por seu trabalho em massa realizado por profissionais do jornalismo e da comunicação:

  • G1
  • Uol Notícias
  • Exame
  • O Globo
  • R7
  • CNN Brasil
  • Terra
  • Veja
  • BBC News Brasil

É sempre importante lembrar que esses portais costumam atuar com as chamadas “notícias quentes”, ou seja, aquelas que acabaram de sair, fatos recentes, e que podem passar por atualizações. É preciso sempre se manter alerta e seguir a cobertura de determinados eventos para se manter por dentro.

Lembre que um site de notícias confiável, é aquele que segue princípios jornalísticos sólidos e apresenta informações precisas, imparciais e verificáveis. Ele deve ser transparente, preciso, contar com fontes de autoridades e especialistas, verificar os fatos e ser abrangente na cobertura. 

Ao avaliar a confiabilidade de um site de notícias, é importante ter a ciência de que nenhum deles é perfeito, mas alguns são mais confiáveis do que outros. Busque verificar o histórico de credibilidade dos sites, seu tempo de atuação e sua posição na mídia.

Também é válido sempre verificar várias dessas fontes e pontos de vista, para obter uma visão mais completa e equilibrada dos acontecimentos.

Pesquisas universitárias

Além da utilização do Google Acadêmico, que irá te direcionar para links de arquivos científicos, materiais de pesquisa abertos, teses e outros tipos de publicações de áreas específicas, existem sites indicados para que você encontre fontes confiáveis para a área acadêmica. 

Confira:

  1. SciELO

A plataforma Scientific Electronic Library Online (SciELO) é um sistema online que disponibiliza uma coleção de periódicos científicos de acesso aberto. O site foi criado em 1997 como um projeto conjunto de várias instituições de pesquisa e universidades da América Latina e do Caribe. 

Desde então, ele cresceu e inclui periódicos científicos de vários países, principalmente da América Latina, mas também de outras partes do mundo. Além disso, ainda conta com o suporte do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

  1. Portal de Periódicos da Capes

O Portal da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) é uma biblioteca virtual que dispõe de um acervo com milhares de e-books, bases de dados e outras fontes de informação científica, tecnológica e de inovação, além de livros, enciclopédias, obras de referência, normas técnicas, estatísticas e conteúdo audiovisual.

O acesso ao portal é restrito para alunos de universidades e centros de pesquisa que são credenciados pela Capes.

  1. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

O IBGE é um dos principais meios de se adquirir informações sobre dados estatísticos do país e da geografia local. Informações sobre o censo populacional, imigração, nível de educação e saúde, entre outros, estão disponíveis no portal, que é mantido pelo governo federal.

  1. Lume – Repositório Digital da UFRGS

O repositório digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul é um sistema online que reúne e disponibiliza a produção científica, acadêmica e cultural da universidade. O LUME foi criado em 2003 e tem como objetivo preservar, divulgar e dar acesso aberto ao acervo da UNICAMP.

É possível consultar e fazer o download de materiais diversos, como teses, trabalhos acadêmicos, relatórios técnicos, trabalhos de conclusão de curso, e outros.

  1. Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP

A Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP (BDTD USP) é um repositório online que disponibiliza a produção acadêmica de pós-graduação da Universidade de São Paulo.

A BDTD USP foi criada em 2001 e tem como objetivo preservar, divulgar e dar acesso aberto às teses e dissertações produzidas pelos programas de pós-graduação da USP.

O sistema é aberto e gratuito para quem quiser pesquisar em seu acervo.

  1. QEdu

O QEdu é uma plataforma que busca facilitar o acesso aos dados educacionais, utilizando essas informações para melhorar a situação da educação básica. O site possui dados de escolaridade divididos por estado, município e instituição de ensino.

  1. OasisBR

O Oasisbr, ou Portal Brasileiro de Publicações e Dados Científicos em Acesso Aberto, é uma plataforma mantida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação que reúne a produção científica e os dados de pesquisa em acesso aberto, publicados em revistas científicas, repositórios e bibliotecas digitais.

Ele busca reunir e dar acesso ao conteúdo científico produzido no Brasil e ainda auxiliar outros pesquisadores e estudantes que buscam por fontes confiáveis para seus embasamentos.

Sites de checagem

Os sites de checagem assumem um papel muito importante em uma sociedade rodeada por notícias e, infelizmente, por desinformação: elas observam vídeos e materiais que se espalham por aplicativos de mensagem, grupos e redes sociais, e verificam se aquilo é realmente um fato, ou não.

Muitos ainda explicam quando algo está sendo tirado de contexto, com datas erradas ou mesmo quando algo dito por alguém foi atribuído a outra pessoa, por exemplo. 

Sabemos que mentiras e boatos já causaram muitos males, até mesmo tragédias, na vida de algumas pessoas. Por isso, é unânime entre os órgãos de informação, comunicação e até mesmo da justiça, que informações “fakes” devem ser repreendidas e os responsáveis punidos.

O próprio site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aponta algumas agências de checagem sérias e que são especializadas na verificação de fatos. Veja a lista divulgada pelo TSE:

  • Abraji (projeto Comprova);
  • AFP;
  • Agência Lupa;
  • Aos Fatos;
  •  Boatos.org;
  • E-Farsas;
  • Estadão Verifica;
  • Globo (Fato ou Fake);
  • Universo Online (UOL Confere)

Veja também:
+ 6 dicas para fazer pesquisas eficientes

Realize o sonho da graduação de onde estiver!
Realize o sonho da graduação de onde estiver!

Estude nas melhores sem sair de casa

As melhores faculdades com ofertas super especiais para você começar a estudar sem sair de casa.