Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Saiba como conseguir uma bolsa para estudar na Universidade

A maioria dos estudantes sonha em ingressar em uma faculdade, seja logo após o ensino médio ou depois alguns anos desde a sua conclusão. Muitos não conseguem, no entanto, realizar esse sonho, pois não possuem condições financeiras de arcar com as mensalidades de um curso superior.

As bolsas de estudo vieram para ajudar muita gente, pois são um grande auxílio para quem sonha em se formar em uma universidade. Conheça agora tudo sobre as bolsas de estudo e veja como conseguir uma para começar a fazer a sua graduação!

Como funcionam as bolsas de estudo para cursos a distância

As bolsas de estudo beneficiam os estudantes que não possuem condições de arcar com as mensalidades de um faculdade. Podem ser disponibilizadas parcialmente, com o estudante arcando com a outra parte da mensalidade, ou integralmente, sem valores para serem pagos no fim do mês.

Algumas bolsas de estudo não cobrem todo a formação, mas servem como um incentivo para o início dessa jornada.

Bolsa do ProUni

O ProUni (Programa Universidade para Todos) abre inscrições duas vezes ao ano e nele são disponibilizadas bolsas para cursos presenciais e a distância. Para se inscrever o estudante deverá cumprir alguns requisitos.

Antes de qualquer outra coisa, o candidato deve ter feito a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido nota igual ou superior a 450 pontos, além de não ter zerado a redação.

Se o estudante tiver feito a prova do Enem, o passo seguinte é escolher o tipo de bolsa, de acordo com a sua renda familiar. Veja as opções:

  • Bolsas integrais (100%): renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa.
  • Bolsas parciais (50%): renda familiar de até três salários mínimos por pessoa.  

O candidato deve também atender a pelo menos um requisito abaixo:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública.
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede privada, na condição de bolsista integral.
  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, na condição de bolsista integral.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública. Nesse caso, as bolsas são oferecidas exclusivamente para os cursos de licenciatura, e não há qualquer requisito de renda.

Lembrando que, para se inscrever nesse programa, o candidato não pode ter concluído um curso superior e deve comprovar todas as informações inseridas na inscrição.

Bolsa de empresas

Essa bolsa é um incentivo que médias e grandes empresas oferecem aos seus funcionários com a intenção de qualificá-los. Para saber se a sua empresa possui parceria com alguma faculdade e quais bolsas são disponibilizadas, procure o Recursos Humanos da instituição.   

Bolsa de Iniciação Científica

Essa bolsa é um incentivo oferecido por diversas universidades para dar-se início às Iniciações Científicas. Os alunos que participam desse programa ganham uma ajuda de custo, como um auxílio aos custos diários, exemplos: alimentação, transporte, moradia.

Para ter acesso a esse tipo de bolsa, o estudante precisa já estar matriculado e estudando em uma instituição de ensino superior, além de participar de um processo seletivo na universidade desejada.

Faculdades com bolsas próprias

Por conta das dificuldades que muitos estudantes encontram para conseguir uma bolsa de estudo, algumas instituições reconhecidas pelo MEC já disponibilizam bolsas e descontos sem burocracia.

Confira a lista de algumas dessas faculdades:

Veja mais:

Conheça as melhores faculdades do Brasil de acordo com o MEC

Conheça os 15 cursos que oferecem os melhores salários

Já escolheu qual curso estudar? Conte para a gente aqui nos comentários!

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário