dcsimg

Descubra se a Uniasselvi é reconhecida pelo MEC

(0.0 de 0)

Os motivos que levam um estudante a escolher uma universidade são diversos e vão desde o valor da mensalidade, a proximidade da instituição de ensino até o nível de dificuldade para ingresso. Porém, existe um critério que deve ser levado em conta antes de todos os outros: o reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

Se você tem a intenção de realizar algum curso no Centro Universitário Leonardo da Vinci (UNIASSELVI), mas não sabe se a instituição é bem reconhecida no mercado de trabalho e no meio acadêmico, finalmente ficará sabendo: afinal, ela é reconhecida pelo MEC?

Conheça a UNIASSELVI

A Associação Educacional Leonardo da Vinci (ASSELVI) foi fundada em 1999, na cidade de Indaial, em Santa Catarina. Poucos meses depois, já em 2000, a ASSELVI tornou-se Faculdades Integradas do Vale do Itajaí (FACIVI).

Algum tempo se passou e, no ano de 2004, por meio da publicação da Portaria 2686 do MEC, a instituição ganhou título universitário e se tornou o Centro Universitário Leonardo da Vinci (UNIASSELVI), com apenas quatro anos e meio de atividade.

No mesmo ano, a UNIASSELVI recorreu ao MEC para oferecer cursos de graduação na modalidade a distância. O pedido foi acatado em 2005, como consta na Portaria 4.017.

Hoje, com quase 270 mil alunos de graduação e pós-graduação entre os cursos presenciais e a distância, é a maior instituição privada de ensino superior de Santa Catarina. A UNIASSELVI abrange todas as regiões do país, com mais de 400 polos EAD e 10 unidades de ensino presencial.

Ao todo, o Centro Universitário Leonardo da Vinci oferece mais de 100 cursos de graduação e pós-graduação, nas modalidades presencial e a distância.

A importância de escolher uma faculdade reconhecida pelo MEC

Cursar uma faculdade que seja reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) pode ser mais relevante do que se imagina. Sem o aval do órgão superior de Educação, nenhuma instituição pode emitir diplomas válidos. Isso vale tanto para a modalidade presencial quanto a distância.

Todo o empenho, o investimento e a dedicação de anos poderão ser jogados fora simplesmente pelo fato de um diploma não poder ser emitido para comprovar a conclusão de um curso superior de forma legal.

Ou seja, cursar uma faculdade não reconhecida pelo MEC é investir tempo e dinheiro em uma instituição não reconhecida no mercado. Isso impedirá o estudante de participar de qualquer processo seletivo de emprego, concurso público ou pós-graduação, depois que concluir o curso superior.

Além de tudo isso, ser reconhecido pelo Ministério da Educação significa estar dentro de um padrão rigoroso estabelecido pelo órgão. Dessa forma, a sociedade acaba tendo ciência da qualidade das instituições do país justamente por meio do reconhecimento e das avaliações realizadas pelo ministério.

Como funciona o reconhecimento pelo MEC?

No Brasil, o MEC realiza três processos sequenciais sobre cursos superiores e instituições de ensino superior. São eles: o credenciamento, o reconhecimento e a autorização. Para melhor explicar:

Credenciamento

O credenciamento pelo Ministério da Educação deve ser realizado por todas as faculdades. É ele que permite à instituição funcionar normalmente. Depois de solicitá-lo, a faculdade precisa aguardar até receber o credenciamento para de fato abrir as portas.

Autorização

Uma vez aberta, a faculdade tem a intenção de ofertar alguns cursos e, para isso, precisa da autorização do MEC. Para cada curso que deseja disponibilizar, a instituição precisa de permissão do órgão. Pode acontecer de uma faculdade estar credenciada, mas não ter autorização para oferecer algum curso.

Reconhecimento

O reconhecimento, geralmente, é do curso, e não da instituição. Um curso é reconhecido quando obtém 50% da carga horária. Só com o reconhecimento do curso pelo MEC é que o diploma será válido.

Para o reconhecimento da instituição, algumas avaliações são realizadas pelo Ministério da Educação. Entre elas, o Conceito Institucional (CI) e o Índice Geral de Cursos (IGC). O primeiro baseia-se nas visitas feitas por representantes do MEC à faculdade para analisar sua infraestrutura, além de alguns outros aspectos.

O segundo é obtido com a média das notas de todos os cursos da instituição. Ambas as avaliações possuem uma escala que vai de 1 a 5, em que pontuações iguais ou maiores que 3 são tidas como positivas, e pontuações iguais a 1 e 2 são consideradas regulares ou ruins.

Afinal, a UNIASSELVI é reconhecida pelo MEC?

Sim, a UNIASSELVI é credenciada, autorizada e reconhecida pelo MEC. O credenciamento dos seus cursos presenciais foi feito no final de 1998, e dos seus cursos EAD, em 2005.

Além disso, todos os cursos ofertados pela instituição possuem total autorização dos profissionais avaliadores do MEC para serem lecionados. Sem contar que a nota de CI da faculdade é de 4 pontos e a de IGC é de 3 pontos, o que significa que a UNIASSELVI se apresenta como uma instituição de excelente qualidade.

Conheça faculdades a distância reconhecidas pelo MEC

Além da UNIASSELVI, existe uma diversidade de faculdades que, além de serem reconhecidas pelo MEC, também são bem avaliadas pelo órgão e oferecem descontos e bolsas para você pagar menos para estudar.

Confira a lista de algumas dessas instituições:

Veja também:

Diploma EAD é reconhecido pelo MEC? Entenda

Confira as 10 melhores faculdades com ensino a distância

Agora que você finalmente descobriu que a Uniasselvi é reconhecida pelo MEC, que curso a distância da instituição gostaria de fazer? Conte para nós!

Deixe seu comentário:

Versão para impressão Informar erro