dcsimg

A vida de formado após conclusão do curso EAD

(0.0 de 0)

As oportunidades de um aluno EAD são as mesmas ou até maiores do que os formados presencialmente. O preconceito pode existir ainda, mas diminui a cada dia, e aumenta a tendência de empregar estes profissionais nas empresas.

formar-ead

Oportunidades que encontram

Igualmente a alguém formado em um curso presencial, o aluno que se forma em um curso EAD (Ensino a Distância), tem as mesmas oportunidades que os outros, talvez até mais em alguns casos. Alunos formados nesta modalidade de ensino já chegam ao mercado de trabalho com habilidades bem desenvolvidas que alunos graduados na modalidade presencial demorariam muito tempo para desenvolver, como disciplina, responsabilidade, organização, entre várias outras.  

Mercado para os estudantes graduados por Educação a Distância

O Mercado de Trabalho vem mostrando um interesse crescente por estas pessoas que se graduaram na modalidade de ensino a distância. O que antes era uma luta para conquistar espaço e reconhecimento no mercado, agora já está se tornando um mundo de oportunidades. Os empregadores enxergam um graduado a distância como alguém tão capaz quanto alguém graduado presencialmente, e ainda lhe sobram as características e habilidades que poucas pessoas formadas presencialmente vão ter ao chegar para seu primeiro emprego na área que foi estudada.

Concluir um curso a distância, quer dizer que o estudante teve determinação e disciplina o suficiente para estudar por conta própria, responsabilidade e organização para entregar as atividades que lhe foram dadas (e não são poucas) dentro do prazo, entre outras habilidades e características marcantes do estudante de EAD. E isso tudo faz com que alguns empregadores prefiram contratar um profissional que aprende fácil o que lhe é passado, que tem uma experiência e seriedade maior com prazos.  

Ainda existe o Preconceito com EAD?

Apesar do enorme crescimento desta modalidade de ensino, ainda há algum preconceito por parte de algumas empresas com os profissionais graduados por Educação a Distância. Pessoas mais conservadoras e tradicionais, com medo do desconhecido que as mudanças sempre acabam trazendo, preferem de fato, contratar alguém graduado presencialmente, por ser algo que estão acostumados.

Mas se pararem para pensar, talvez percebam que um estudante de EAD deve ter muito mais disciplina para manter a seriedade nos estudos, não se dispersar com as infinitas distrações que a internet oferece, ser mais organizado, mais independente e mais determinado. Ainda sim, se existir o preconceito por parte do empregador diante de um profissional recém formado na modalidade EAD, basta simplesmente não lhe informar que o curso foi feito por EAD, já que em seu diploma, não haverá nada especificando se a modalidade de ensino era a distância ou presencial.  

Continue aprendendo sempre

Como o aluno teve as habilidades e conhecimentos necessários para conseguir se formar, por que não continuar aprendendo da mesma maneira, a distância? Ao mesmo tempo em que ele procura um emprego na área em que se formou, é bem possível que continue estudando a distância, seja fazendo qualquer tipo de pós graduação, ou algum curso técnico para aperfeiçoar suas práticas, um curso de idioma, ou qualquer outro curso que possa ser interessante complementar o curso de graduação que já foi concluído, até mesmo um outro curso de graduação. E quando conseguir o emprego, ainda é possível continuar estudando a distância, afinal esse tipo de aprendizado permite uma ótima flexibilidade de horários.

Onde estudar

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos superiores a distância:

Deixe seu comentário:

Versão para impressão Informar erro

-

Novidades sobre EAD

Cadastre-se para receber nossa newsletter e acompanhe as últimas notícias sobre EAD:

}, 7000);