dcsimg

Melhores cursos de Jornalismo a distância

(0.0 de 0)

Veja quais são as faculdades que oferecem os cursos de Jornalismo EAD mais bem vistos no mercado de trabalho!

Jornalismo é uma graduação interessante. Quem tem facilidade de se comunicar, gosta de novidades e tem um espírito desbravador vai se divertir bastante fazendo o curso.

Para facilitar, ele pode ser encontrado em centenas de faculdades pelo Brasil – e provavelmente tem alguma perto da sua casa ou do seu trabalho.

Mas se o seu lance for estudar Jornalismo a distância, a coisa muda um pouco de figura. Como se trata um curso relativamente recente nesse formato, ainda não é oferecido por um número muito grande de instituições.

A boa notícia, por outro lado, é que a tecnologia utilizada no modelo a distância permite que a mesma faculdade possa oferecer aulas em diversos pontos do país ao mesmo tempo – e isso pode ser o diferencial que você precisa para se matricular agora mesmo.

Vamos então conhecer a seguir quais são os melhores cursos de Jornalismo a distância, as instituições que oferecem a graduação e alternativas interessantes para os futuros repórteres e editores manterem no radar!

Os melhores cursos de Jornalismo a distância

Até o momento, apenas seis instituições de ensino superior receberam autorização do Ministério da Educação (MEC) para oferecer o curso de Jornalismo no formato a distância.

São elas:

  • Centro Universitário do Sul de Minas (UNIS-MG)
  • Centro Universitário Facvest (UNIFACVEST)
  • Centro Universitário Inta (UNINTA)
  • Centro Universitário Internacional (UNINTER)
  • Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU)
  • Universidade do Contestado (UNC)

Embora o número de instituições seja pequeno, algumas faculdades conseguem oferecer um número incrível de vagas. Para você ter ideia, apenas uma das instituições listadas acima tem autorização do MEC para disponibilizar quase 10 mil!

Por isso, se somarmos a oferta dessas seis faculdades chegamos ao número de 20 mil vagas – o que não significa necessariamente que essas vagas estejam abertas, é apenas uma autorização.

E há outro porém aqui. Como são muito recentes, o MEC ainda não pôde fazer as avaliações institucionais tradicionais, que incluem o Conceito Preliminar do Curso (CPC), Conceito do Curso (CC) e nota no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).

E como nenhuma turma concluiu o curso nesse formato ainda, vai demorar um pouco para o MEC ter todos os insumos para fazer a avaliação completa.

Como é o curso de Jornalismo a distância

O curso de Jornalismo a distância tem a mesma carga horária do presencial. Isso significa que quem optar por este formato terá que encarar quatro anos de estudos, exatamente como na graduação tradicional, e sairá da faculdade com um título de bacharel em mãos.

A grande diferença está na maneira de ter acesso aos conteúdos.

No formato a distância, os alunos de Jornalismo podem estudar de casa, por meio de um ambiente virtual de aprendizagem.

Sabe o que isso significa?

Que uma parte do conteúdo está ao alcance do estudante por meio de uma plataforma digital desenvolvida especialmente para o aprendizado a distância. Nela, é possível acessar vídeos, textos, imagens e animações a qualquer momento do dia, de qualquer local, pela internet.

A ferramenta ainda oferece diversos canais de comunicação com professores, tutores e outros alunos.

O comprometimento é o mesmo da faculdade tradicional. É preciso entregar trabalhos, fazer provas e atividades nas datas exigidas.

Além disso, algumas faculdades oferecem diferentes tipos de ensino a distância. Umas têm cursos no formato EAD, nos quais grande parte das atividades são realizadas por meio da internet, com poucos encontros presenciais ao longo do semestre.

Outras têm um ritmo mais intenso de atividades em sala de aula e laboratórios, muitas vezes com encontros semanais. São os chamados semipresenciais.

Entenda qual formato mais lhe agrada antes de fazer sua escolha!

O que se estuda no curso de Jornalismo a distância

As grades curriculares variam de faculdade para faculdade, mas o conteúdo básico é o mesmo para todas.

Algumas podem dar enfoques diferenciados a determinadas áreas – por isso é bom fazer uma pesquisa breve para saber se a instituição oferece o que você realmente procura.

Basicamente, as matérias vistas no curso de Jornalismo a distância são as seguintes:

  • Antropologia e Cultura
  • Comunicação e Expressão
  • Sociologia
  • Teorias da Comunicação
  • Economia e Gestão
  • Introdução ao Jornalismo
  • Teoria da Imagem
  • Redação Jornalística
  • Marketing
  • Técnicas de Comunicação Dirigida
  • Ética e Cidadania
  • Edição Gráfica
  • Linguagem Fotográfica
  • Entrevista e Reportagem
  • Assessoria de Imprensa
  • Empreendedorismo
  • Fotojornalismo
  • Telejornalismo
  • Radiojornalismo
  • Jornalismo Online
  • Realidade Socioeconômica e Política Brasileira
  • Redação Jornalística
  • Novas Tecnologias em Comunicação

O estágio supervisionado pode ocupar até dois semestres do curso. Para se formar é obrigatório apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Onde o jornalista formado num curso a distância pode trabalhar

Bom, para começar você precisa saber que desde 2009 o diploma de nível superior não é mais obrigatório exercer a profissão de jornalista.

Só que o mercado não caiu nessa . É bem difícil conseguir um emprego na área sem um bom diploma em mãos – especialmente quem está em início de carreira.

Quem fizer um curso de Jornalismo a distância vai sair da faculdade com um diploma válido e aceito entre os principais empregadores do Brasil – desde que, obviamente, o curso tenha o reconhecimento do MEC.

Embora seja bastante concorrido, o mercado para jornalistas ainda é bom, com oportunidades que se espalham em áreas super diferentes. Tem emprego para quem quer trabalhar em grandes multinacionais, tem para quem quer empreender, tem também para quem quer trabalhar como autônomo, em grandes veículos de comunicação, etc.

Entre as áreas que mais crescem, podemos destacar as seguintes:

  • Internet e mídias sociais
  • Empresas de Comunicação e Marketing
  • Assessorias de imprensa
  • Grandes empresas (no setor de Comunicação Institucional)
  • Escritórios especializados em gerenciamento de crises
  • Assessoria de imagem (destinado principalmente a políticos, figuras públicas, atletas, artistas, celebridades etc.)
  • Empresas de tecnologia

O jornalista pode até escolher o tipo de veículo com o qual mais se identifica: comunicação impressa, rádio, TV e internet – este último, claro, o que tem ganhado mais espaço nos últimos anos.

Boas faculdades presenciais de Jornalismo

Estudar a distância é muito bacana, muito inovador, mas muita gente prefere mesmo aprender da forma tradicional, dividindo o tempo entre sala de aula e laboratórios, na companhia de colegas e professores.

Como ainda são poucas as faculdades que oferecem cursos de Jornalismo a distância (e a maioria delas nem sequer abriu turma ainda), as chances de você ter que optar por uma presencial ainda são grandes.

Por isso é bom estar bem preparado, saber onde tem uma faculdade de qualidade, com preço legal e infraestrutura de primeira perto de você.

Foi pensando nisso que a gente separou as faculdades a seguir. Elas são bem avaliadas pelo MEC e oferecem o curso de Jornalismo na modalidade presencial em centenas de cidades pelo Brasil.

Confira as opções:

Veja também:

Tem diferença entre o diploma de um curso presencial e a distância? 

Está a fim de estudar jornalismo a distância? Ou vai optar pelo modelo tradicional mesmo? Já escolheu a faculdade? Conte para a gente nos comentários!

Deixe seu comentário:

Versão para impressão Informar erro

-

Novidades sobre EAD

Cadastre-se para receber nossa newsletter e acompanhe as últimas notícias sobre EAD:

}, 7000);