dcsimg

Você sabe o que são os cursos semipresenciais?

(0.0 de 0)

Não sabe o que são os cursos semipresenciais e quais as diferenças para um curso EAD? Confira agora todas as informações sobre a modalidade!

estudos-ead

A maior parte da educação no Brasil ainda aproveita extensamente a modalidade de ensino presencial, muito embora os cursos que utilizam o ensino a distância(EAD) estejam crescendo admiravelmente no país. Mas, além da EAD, uma modalidade intermediária também começa a ganhar bastante espaço no meio educacional: o modelo semipresencial de ensino.

O que é e quais as diferenças entre o ensino semipresencial e as outras modalidades?

Como o próprio nome deixa presumir, o modelo semipresencial conta com uma estrutura mais próxima ao aluno, se for comparado ao EAD. No entanto, passa a exigir um maior comparecimento ao local ou polo regional que conduz os procedimentos de instrução. Cada Instituição de Ensino tem liberdade para montar sua grade de disciplinas da maneira que achar mais conveniente, desde que as disposições e condições do Ministério da Educação e Cultura (MEC) sejam corretamente obedecidas. Geralmente, o que ocorre é a divisão dos conteúdos das disciplinas em aulas que têm uma parte disponibilizada a distância e outra parte transmitida de forma presencial.

Isso faz com que por algumas vezes durante a semana o aluno tenha que ir ao polo, cobrando-se a presença do estudante como em qualquer curso presencial: a infrequência poderá importar na repetência do aluno na disciplina cujas aulas ele tiver faltado. A assiduidade às aulas, mesmo que por poucas vezes na semana, permite que o estudante crie vínculos afetivos com os professores, os tutores de polo e os colegas de curso, o que é muito difícil de acontecer na modalidade EAD.

Fora isso, o estudante consegue obter basicamente as mesmas vantagens dos cursos ministrados a distância: nos dias e horários de sua preferência, ele poderá estudar os módulos oferecidos no Ambiente Virtual de Aprendizagem, com grande flexibilidade de tempo e também de lugar, já que o acesso ocorre via Internet e pode ser feito em casa, no trabalho ou, dependendo da estrutura do curso, até por meio de novos encontros previamente agendados no próprio polo de ensino. O modelo semipresencial de ensino consegue proporcionar a otimização do tempo de estudo, ao encadear os conteúdos e atividades do Ambiente Virtual de Aprendizagem com as aulas presenciais apresentadas por professores.

Para quem é indicada a modalidade semipresencial?

Como o tipo é intermediário, as pessoas que vão aproveitá-lo melhor são aquelas que têm as mesmas necessidades para estudar no método a distância (como pouca disponibilidade de tempo para estudo, inacessibilidade aos locais que ofereçam cursos presenciais e procura de cursos que tenham preços mais em conta) mas não possuem as características indispensáveis para cursar um curso EAD. Isso porque as aulas da modalidade semipresencial oferecem um conteúdo muito bem explicado, para que o aluno consiga desenvolver certa autonomia, sem que seja exigido dele a ampla independência e disciplina rígida que são demandadas pelo EAD.

Na modalidade semipresencial, os alunos podem contar uns com os outros, estabelecem laços de amizade que podem perdurar até depois que o curso terminar, e contam com o suporte imediato de profissionais que estão no local para lhes orientar e auxiliar em suas atividades. O aluno consegue imprimir seu próprio ritmo, mas é estimulado e impelido pela turma e pelo contexto onde está inserido.

É importante dizer também que a modalidade semipresencial estabelece que os alunos realizem provase testes de proficiência no polo de ensino, ou seja, de forma presencial. Isto se deve não somente para evitar fraudes e conservar a qualidade técnica do curso, mas também com o objetivo de controlar melhor os métodos de cobrança do conhecimento passado. Muitas vezes as avaliações não são feitas no papel, mas com o auxílio de um software (programa), utilizando os computadores disponibilizados no local, sempre com a supervisão de um ou mais professores ou instrutores.

Esse método de cobrança também é empregado na modalidade de ensino a distância (EAD), pelos mesmos motivos citados. Desse modo, com tudo o que foi observado, vemos que o método semipresencial reuniu os principais benefícios da modalidade presencial com o que tinha de melhor na modalidade EAD! E então, o que você está esperando para começar a estudar?

Deixe seu comentário:

Versão para impressão Informar erro

-

Novidades sobre EAD

Cadastre-se para receber nossa newsletter e acompanhe as últimas notícias sobre EAD:

}, 7000);