dcsimg

Entenda de uma vez por todas como funciona o ENEM

(0.0 de 0)

Veja tudo o que você precisa saber sobre o Exame Nacional do Ensino Médio, o famoso Enem!

O que é o Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é considerado o maior vestibular do Brasil. Criado inicialmente para avaliar a qualidade do ensino, foi ganhando importância e hoje é o principal critério para classificar candidatos em programas do Governo Federal de acesso a universidades públicas, bolsas de estudos (inclusive para cursos EAD) e financiamento estudantil. Além disso, várias faculdades privadas aceitam a nota do Exame como forma de ingresso direto.

Se você ainda não sabe muito bem como o Enem funciona, está no lugar certo!

Vamos explicar o que é e para que serve o Exame, como está organizado, quem pode se inscrever, como são as provas, qual o calendário básico e, mais importante: como usar a nota do Enem para entrar em uma faculdade a distância!

O que é o Enem?

O Enem é um exame que acontece uma vez por ano, em todo o território nacional.

É obrigatório fazer o Enem?

Não. A participação no Enem não é obrigatória, mas altamente recomendável para quem quer entrar na faculdade (veja mais a seguir).

 

Quem pode fazer o Enem?

O Enem é aberto a qualquer pessoa, de qualquer idade e condição socioeconômica. Embora boa parte dos participantes seja composta de concluintes do ensino médio, há candidatos em outras situações. Conheça algumas:

Treineiros: são estudantes que ainda estão no início ou metade do ensino médio e querem fazer o Exame para testarem seus conhecimentos e se familiarizarem com as provas. Eles não poderão usar a nota do Enem para entrar na faculdade, pois é necessário ter o diploma do ensino médio para se matricular em uma graduação.

Quem já fez ou está na faculdade: são candidatos que pretendem usar a nota do Enem para entrar em algum outro curso.

Quem não concluiu o ensino médio em uma escola regular: candidatos de 18 anos ou mais que pararam os estudos e querem usar a nota do Enem para obter o certificado de conclusão do ensino médio.

Quem quer entrar na faculdade: gente que já acabou o ensino médio há tempo, mas não ingressou no ensino superior e agora quer conquistar esse sonho.

Lembre-se: o Enem não tem limite de idade para participar!

Calendário do Enem

Todo ano as datas do Enem são diferentes, mas o Exame segue um calendário geral bastante regular. Confira:

Abril/maio

  • Edital
  • Inscrições
  • Prazo para solicitar isenção da taxa
  • Prazo para pagamento da taxa

Outubro/novembro

  • Divulgação dos locais de prova, no Cartão de Confirmação da Inscrição
  • Provas

Dezembro/janeiro

  • Resultado

Como fazer inscrição no Enem

O processo de inscrição do Enem é totalmente informatizado. No período determinado para aquela edição, o candidato deve acessar o site oficial do Exame, preencher os dados solicitados, gerar o boleto e fazer o pagamento para confirmar a inscrição.

Quem se encaixar nos critérios de baixa renda pode pedir isenção da taxa. Para isso, basta preencher um formulário de carência socioeconômica no site de inscrições e aguardar a aprovação.

Candidatos que pretendem usar a nota do Enem para obter o certificado de conclusão do Ensino Médio devem marcar o item correspondente no momento da inscrição.

Participantes que precisem de atendimento especial, sabatistas e pessoas que queiram usar o nome social também devem informar o pedido no ato da inscrição.

O que cai no Enem

O Enem cobra todo o conteúdo dos três anos do ensino médio. É bastante coisa e o Edital sempre apresenta um listão com todas as matérias que podem cair no Exame.

A principal diferença é que as disciplinas estão organizadas em quatro áreas do conhecimento. Veja como fica:

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

  • Artes
  • Educação Física
  • Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol, conforme a escolha do candidato na inscrição)
  • Língua Portuguesa
  • Literatura
  • Tecnologias da Informação e Comunicação

Matemática e suas Tecnologias

  • Matemática

Ciências Humanas e suas Tecnologias

  • História
  • Geografia
  • Filosofia
  • Sociologia

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

  • Química
  • Física
  • Biologia

Como é a prova do Enem

O Enem acontece em dois dias, um sábado e um domingo, normalmente entre o final de outubro e o início de novembro. Geralmente, a distribuição é a seguinte:

Primeiro dia – Sábado

  • 45 questões de Ciências Humanas
  • 45 questões de Ciências da Natureza

Nesse dia, os candidatos têm quatro horas e meia para resolver a prova e entregar o cartão-resposta preenchido.

Segundo dia – Domingo

  • 45 questões de Linguagens e Códigos
  • 45 questões de Matemática
  • Redação

O segundo dia do Enem é mais puxado e o tempo para resolver as questões, escrever o texto, preencher o cartão-resposta e a folha de redação é de cinco horas e meia.

Como é a redação do Enem

Todo ano o Enem pede uma redação sobre um tema diferente. O participante precisa escrever um texto dissertativo-argumentativo em prosa sobre determinado assunto da atualidade – que só é revelado no segundo dia de provas.

O modelo pedido na redação do Enem nada mais é do que uma dissertação (desenvolvendo sua opinião) que contém argumentos para embasar as ideias expostas. O texto deve ter até 30 linhas e respeitar o seguinte esquema:

1. Tese: é a sua opinião a respeito do tema proposto.

2. Argumentação: é o embasamento de sua opinião (fatos, dados, histórico, etc.)

3. Proposta de intervenção social: solução para o problema, respeitando os direitos humanos.

Vale lembrar que o texto é em prosa (“texto corrido”, não pode ser em forma de poema) e deve seguir as regras da escrita formal da língua portuguesa (esqueça gírias, abreviações, linguagem de internet, etc.).

Quem organiza o Enem

O órgão responsável por todo o planejamento, logística, aplicação e correção do Enem é o Instituto de Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC).

Como funciona a correção do Enem

Podemos separar a correção do Enem em duas partes:

Questões objetivas: são corrigidas segundo a Teoria de Resposta ao Item (TRI), um modelo complexo que detecta o grau de conhecimento e a coerência de cada participante. A TRI usa uma escala de valores para as questões e é capaz de identificar se o candidato está “chutando” ou sabe mesmo a resposta. Não se trata da simples soma de acertos, por isso não é possível saber sua nota apenas consultando o gabarito. É preciso esperar sair o resultado para conferir o Boletim de Desempenho Individual.

Redação: cada texto é corrigido por pelo menos dois avaliadores certificados pelo MEC. As redações não são identificadas e os profissionais não conversam entre si sobre as notas. O texto é avaliado em cinco critérios diferentes, valendo de 0 a 200 pontos. A nota máxima na redação do Enem é 1.000.

O que fazer com a nota do Enem

A nota do Enem pode ser usada para obter o certificado do ensino médio (para quem tem mais de 18 anos e não concluiu os estudos em uma escola regular), concorrer a bolsas de estudos, financiamentos e vagas em faculdades públicas e privadas.

Se você pretende usar seu desempenho no Exame para entrar em uma faculdade a distância (EAD), conheça as possibilidades:

Programa Universidade para Todos (ProUni)

Trata-se de uma iniciativa do Governo Federal para ampliar o acesso de pessoas de baixa renda ao ensino superior. São oferecidas bolsas de estudos parciais e integrais em cursos presenciais e a distância em faculdades privadas de todo o Brasil. O critério de seleção dos candidatos é a nota do Enem.

Para participar, é obrigatório ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação.

O ProUni é restrito a quem se encaixa nos critérios de renda familiar e escolaridade estabelecidos pelo MEC. São duas edições por ano, no primeiro e no segundo semestre.

 

Ingresso direto

Você sabia que dá para entrar em um curso a distância sem precisar fazer vestibular, usando apenas a nota do Enem? Quem não se enquadra nos critérios do ProUni pode conquistar uma vaga em graduação EAD apenas apresentando o desempenho no Exame.

Os critérios variam entre as faculdades. Entre em contato com a instituição do seu interesse para obter mais informações.


Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos EAD que costumam participar do ProUni e aceitam a nota do Enem como forma de ingresso:

Quem pretende usar o Enem para entrar em uma faculdade presencial tem ainda mais opções. Além do ProUni e do ingresso direto, é possível participar de dois programas do Governo Federal de acesso ao ensino superior que usam o desempenho no Exame para classificar os candidatos:

  • Sistema de Seleção Unificada (Sisu): oferece vagas em universidades públicas de todo o País.
  • Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): concede empréstimos a juros baixos e prazo longo a estudantes de baixa renda.

 

Veja também:

Faculdades a distância reconhecidas pelo MEC

O que achou do nosso guia sobre o Enem? Já tem uma ideia mais concreta de como funciona o Exame? Conte para a gente aqui nos comentários!

Deixe seu comentário:

Versão para impressão Informar erro

-

Novidades sobre EAD

Cadastre-se para receber nossa newsletter e acompanhe as últimas notícias sobre EAD:

}, 7000);