dcsimg

Saiba tudo sobre o curso técnico de Radiologia a distância

(0.0 de 0)

A gente revela o segredo de fazer um bom curso de Radiologia EAD e arrasar no mercado de trabalho. Veja a seguir!

Saiba tudo sobre o curso técnico de Radiologia a distância

Radiologia é um dos cursos mais rentáveis do Brasil. Em alguns anos de estudo, o profissional se prepara para entrar num mercado vigoroso, que cresce em todo o país e pode render salários bem interessantes.

E o melhor de tudo: já é possível fazer o curso na modalidade a distância – uma facilidade que pode permitir a entrada de milhares de pessoas interessadas na profissão.

Mas você imagina como um curso de perfil tão prático pode ser feito remotamente, com a simples ajuda de um computador?

Saiba, a seguir, tudo sobre o curso de Radiologia a distância: as diversas opções disponíveis, o que se estuda e onde encontrar as melhores faculdades!

 

O curso de Radiologia a distância

Aqui tem um aspecto importante que você precisa ficar sempre de olho: existe o curso de técnico em Radiologia e o tecnólogo.

O técnico é um curso de nível médio, profissionalizante, com dois anos de duração. O tecnólogo é de nível superior e tem duração maior: três anos, em média.

Entre eles, apenas o tecnólogo está disponível no formato a distância – e ainda assim num número pequeno de faculdades (pelo menos por enquanto).

Muita gente pode ter dificuldade em imaginar como um curso tão “mãos à obra” como o de Radiologia pode ser feito a distância. Mas há um jeitinho sim: estudando remotamente apenas os conteúdos teóricos!

A parte prática, por lei, precisa ser feita presencialmente, em encontros frequentes que ocorrem nas próprias unidades ou nos polos de apoio oferecidos pelas faculdades. Afinal, não há outro jeito de aprender a comandar todos aqueles diferentes equipamentos de processamento e manipulação de imagens radiológicas sem ser operando a máquina ali, no próprio local, com o acompanhamento de especialistas.

Já a parte teórica se aprende com a ajuda de um computador. O aluno acessa, via internet, todos os conteúdos complementares das disciplinas do curso e acompanha tudo com ajuda de aulas em vídeo, livros digitais, apresentações, tutoriais, etc.

Todo o processo é mediado por professores e tutores, para não ficar qualquer dúvida no ar. Os estudantes também contam com recursos como chats e fóruns para ter contato e trocar ideias com outros estudantes.

O curso superior de Radiologia a distância tem diploma válido no mercado de trabalho. Com ele, o profissional pode entrar na disputa por uma vaga de emprego, fazer pós-graduações e participar de concursos públicos. Se você prefere o técnico, terá de estudar presencialmente.

Mercado e atuação da área de Radiologia

O curso habilita o estudante de Radiologia a realizar diversos tipos exames de imagens (radiografia, mamografia, densitometria óssea, tomografia, ressonância magnética, etc.), observando sempre as regras de proteção e biossegurança.

É de sua responsabilidade também processar essas imagens e encaminhá-las ao médico radiologista para o diagnóstico final.

O mercado é forte em hospitais, clínicas radiológicas e até na indústria e em aeroportos – segmentos que utilizam diferentes tecnologias radiológicas.

O curso de tecnólogo, de nível superior, tem mais impacto no mercado de trabalho que o técnico – embora existam oportunidades para ambos. É que o superior permite uma ampliação maior dos estudos, em pós-graduações, por exemplo, e oferece mais oportunidades aos profissionais – inclusive em concursos públicos.

O profissional que se forma nessa graduação também está apto a trabalhar com a parte administrativa ou com docência de nível superior.

Como a diferença entre o tempo de formação e o investimento mensal é pequena, vale a pena levar a possibilidade de um tecnólogo em conta.

O que se estuda em Radiologia a distância

Os três anos do curso de tecnólogo em Radiologia (ou dois, se você optar pelo técnico) vão ser bem intensos, com muitas matérias para acompanhar e procedimentos para aprender.

Repare que boa parte das disciplinas que usamos como exemplo tem um perfil bastante prático – isso significa que, mesmo que você opte pelo curso a distância, terá de reservar tempo para os encontros presenciais.

•      Tomografia Computadorizada

•      Exames Radiológicos

•      Dosimetria das Radiações

•      Epidemiologia e Saúde Ambiental

•      Física Radiológica

•      Meios de Contrastes

•      História da Radiologia

•      Biossegurança

•      Imagenologia

•      Legislação Radiológica e Segurança no Trabalho

•      Mamografia

•      Densitometria Óssea

•      Medicina Nuclear e Radioterapia

•      Controle de Qualidade em Radiologia

•      Microbiologia e Imunologia

•      Radiologia Veterinária

•      Neuroanatomia Radiológica

•      Primeiros Socorros

•      Processamento de Imagens

•      Ressonância Magnética

•      Proteção Radiológica

•      Radiobiologia

•      Radiologia Industrial

•      Patologia Geral e Radiológica

•      Radiologia Odontológica

•      Radioterapia

•      Saúde Pública

•      Técnica para o Diagnóstico por Imagem

•      Ultrassonografia

Onde encontrar o curso de Radiologia a distância (e as alternativas)

Até agora, apenas oito faculdades brasileiras receberam o aval do Ministério da Educação para oferecer o curso de tecnólogo em Radiologia no formato a distância. No entanto, somente duas delas já estão operando: a Universidade Nove de Julho (UNINOVE) e o Centro Universitário Filadélfia (UNIFIL). As restantes ainda não abriram turmas.

Portanto, para muita gente que quer estudar Radiologia o jeito vai ser recorrer ao curso presencial. Esse, por sorte, é bem mais fácil de ser encontrado: está em 120 faculdades pelo Brasil e já abriga mais de 20 mil estudantes. Está disponível inclusive em instituições bem conhecidas dos estudantes brasileiros, como o Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) e a Cruzeiro do Sul Educacional.

Independentemente se você vai optar pelo presencial ou pelo EAD, certifique-se sempre de escolher faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC. O mercado de Radiologia está aquecido e, para entrar nessa área com o pé direito é preciso ter uma formação de qualidade.

Veja também:

Veja quais os cursos tecnólogos em alta no momento

E aí, vai optar pelo curso técnico ou o tecnólogo em Radiologia? Prefere estudar a distância ou presencialmente? Conte para a gente nos comentários!

Deixe seu comentário:

Versão para impressão Informar erro