dcsimg

7 erros que o aluno de Ensino a Distância não deve cometer

(0.0 de 0)

Para aqueles que decidiram investir em um curso a distância, o futuro reserva muitas coisas boas mas cuidado com os erros mais comuns.

erro

Para aqueles que decidiram investir em um curso a distância, o futuro reserva muitas coisas boas. Além de um diploma, o aluno aprimora novas qualidades, como como determinação e foco, se tornando empreendedor do próprio caminho acadêmico. Mas, como todo empreendimento, o ensino a distância tem algumas armadilhas, a maioria delas montadas pelo próprio aluno.

Pensar que será muito fácil burlar as provas ou dedicar poucas horas durante seu dia ao curso são alguns dos erros mais básicos cometidos por alunos. Por isso, antes de tomar esta decisão importante, repense suas necessidades relacionadas ao ensino e veja nossas dicas para não cometer erros que possam colocar seu diploma em risco.

Cuidado com a procrastinação

Você sabe o que é procrastinar? É aquela voz que fala no seu ouvido, quando sabe que tem que estudar, e te diz “ah, fica mais um pouquinho no sofá, mais tarde você estuda...”. Aquela mania de deixar tudo para depois e ir arrastando, arrastando e quando você vê, já é de noitinha e você tem que entregar um trabalho para o dia seguinte de manhã. Esse mal acomete a maioria de nós e é um baita problema para quem faz um curso a distância, já que o aluno depende muito mais de si mesmo do que de colegas de classe ou professores.

Não deixe o planejamento de lado

Criar novos hábitos é uma tarefa muito difícil. No entanto, para um aluno de EAD, é primordial planejar a semana com apontamentos em agenda, como horários de discussões em grupo, de estudo individual, perguntas para o tutor e todas as tarefas indispensáveis para o andamento do curso. Estabeleça horas, cronometre os estudos. Planejando, você se sentirá mais firme e com propósito, o que motiva a seguir adiante.

Não aproveitar do tempo com o instrutor e com os colegas

Um dos muitos pontos positivos do EAD é o tempo individual que cada aluno tem com o tutor/professor. No entanto, os dois argumentos citados acima podem atrapalhar seu desenvolvimento exatamente porque você não utiliza como deveria o seu tempo com o instrutor. Se você deixa para ver suas questões muito em cima da hora, perde a chance de tirar todas as dúvidas com ele. Por isso, utilize as discussões de grupo com os colegas, discuta os temas com eles e com o tutor. Se der para marcar um grupo de estudos presencial na biblioteca do bairro, melhor ainda.

Estudar com redes sociais e outras distrações por perto

A ferramenta principal de quem estuda a distância é o computador. Hoje em dia somos tão conectados que estamos em várias redes sociais e utilizamos muitas plataformas para bater papo com amigos. Para piorar o panorama, o aluno de EAD geralmente estuda de casa. A mãe escuta o rádio, a avó vê a novela e o irmão disputa o computador. Como estudar assim? Somente estabelecendo regras para si mesmo e com quem convive. Nos horários determinados por você para o estudo, só abra as ferramentas que foi utilizar para a aula e avise a todos em casa que estará concentrado e precisará de silêncio e tranquilidade.

Não utilizar todos os recursos disponíveis

Para bem e para o mal, a Internet tem tudo o que necessitamos. A maioria dos museus do mundo tem obras disponíveis para pesquisa, bibliotecas também. Incremente o seu trabalho e mostre ao seu tutor seu interesse no curso utilizando uma bibliografia vasta. Além de uma boa nota, você ganhará em conhecimento.

Ignorar aspectos tecnológicos necessários para o EAD

Um erro muito comum é o aluno achar que somente irá necessitar de um computador que funcione e da Internet. Alguns cursos requerem softwares específicos e o computador deve ser compatível para que tudo funcione bem. Do contrário, o aluno somente perderá tempo e dinheiro.

Fazer um curso de graduação sem observar se é credenciado pelo MEC

Imagine chegar ao fim de quatro anos de estudo e descobrir que seu diploma não é reconhecido pelo Ministério da Educação! Livre-se deste pesadelo, se você deseja fazer um curso de graduação para exercer uma profissão regulamentada e ter um diploma válido, é imprescindível que o curso a distância seja credenciado pelo MEC.

E você, já cometeu algum dos erros citados aqui? Ou tem outros que gostaria de dividir conosco? Queremos saber de você, conte-nos sua experiência.  

Deixe seu comentário:

Versão para impressão Informar erro

-

Novidades sobre EAD

Cadastre-se para receber nossa newsletter e acompanhe as últimas notícias sobre EAD:

}, 7000);