dcsimg

5 dicas para escolher a carreira certa

(0.0 de 0)

A pressão da família, os questionamentos dos amigos e a vontade de começar uma nova etapa da vida tornam a ansiedade por escolher uma carreira ainda maior. Com algumas dicas é possível descobrir a profissão que mais tem a ver com cada um, confira as dicas!

carreira

A pressão da família, os questionamentos dos amigos e a vontade de começar uma nova etapa da vida tornam a ansiedade por escolher uma carreira ainda maior. Para a orientadora vocacional Andréa Godinho, os sentimentos de confusão e angústia são causados pela ideia de que aquela escolha é para a vida toda. Mas ela tranquiliza os que estão passando por esse momento ao lembrar que, apesar de ser uma decisão importante, ela é apenas a primeira de muitas etapas que definirão esta carreira e que, por isso, não é preciso sofrer tanto na hora de escolher qual vestibular prestar. Com algumas dicas é possível descobrir a profissãoque mais tem a ver com cada um, o que já é um grande passo rumo ao sucesso profissional na carreira almejada. Confira:

1. Busque o autoconhecimento

Conhecer profundamente a si mesmo é o primeiro passo para saber qual profissão vai te fazer mais feliz. Saber quais os seus gostos e afinidades é fundamental nessa hora. Mas cuidado para não se deixe levar pelos gostos dos amigos e familiares! Pense naquilo que realmente faz sentido para você. Outro fator importante é conhecer suas habilidades e saber quais são os seus pontos fortes e a desenvolver. Marcelo Abrileri, presidente da Curriculum.com, lembra que nem sempre somos bons naquilo que gostamos ou desejamos fazer, então é preciso ser honesto com você mesmo. Um exercício que pode ajudar nessa hora é traçar pontos da sua personalidade e habilidades extracurriculares. Mais do que se perguntar se você prefere ciências humanas ou exatas, se questione se você prefere trabalhar em equipe ou sozinho, em ambientes abertos ou fechados, se você tem mais facilidade com habilidades motoras, espaciais, corporais ou manuais, se é uma pessoa mais dinâmica ou pacata, se prefere estabilidade ou empreendedorismo, por exemplo.

2. Peça a opinião da família e amigos

Na hora de escolher uma profissãoé comum que pais e familiares queiram participar da decisão dos filhos. O resultado disso pode ser uma pressão desnecessária para que os jovens escolham a carreira que os pais almejam para ele, ou uma resistência dos jovens em ouvir o que os familiares têm a dizer. Porém, para especialistas, conversar abertamente em família sobre as opções de carreira traz bons resultados. Sondar sobre como eles escolheram suas próprias carreiras, além de ouvir o que eles acham que combinam com você, ajudará na decisão.

3. Visite as universidades

Conhecer a realidade e a rotina de um curso pode fazer a diferença na hora de escolher a carreira. Hoje, muitas faculdades públicas e privadas já permitem que vestibulandos e interessados conheçam a rotina, estrutura, corpo docente, disciplinas e ambiente da instituição antes mesmo de ingressar no curso. Algumas desenvolvem, inclusive, feiras de carreira para conseguir suprir a demanda de todos os interessados. Conhecer este curso mais de perto é a melhor forma de se certificar que aquela é a escolha mais afinada ao seu perfil. Entrar em contato com o coordenador do curso, conversar com alunos veteranos e professores para tirar suas dúvidas também ajuda muito. Quando já tiver escolhido a carreira, vale a pena conhecer melhor as instituições que oferecem aquele curso para saber qual a melhor para você. Uma boa dica é conferir as notas do ENADE de cada faculdade para conferir o desempenho dos alunos daquela instituição. Outra sugestão é verificar a grade curricular dos cursos e ver se as disciplinas te interessam de uma forma geral.

4. Converse com que é da área

Especialistas são unânimes: conversar com quem tem experiência e atua na área de interesse é fundamental para quem ainda está em dúvida sobre qual profissãoseguir. Visitar o local de trabalho e conhecer um pouco da rotina desse profissional também é de grande ajuda na hora de saber se é aquela carreira mesmo que você quer. Afinal, ninguém melhor do que alguém que já está inserido no mercado de trabalho para falar sobre o dia a dia da profissão. Caso você não conheça ninguém da área que você pretende atuar, peça indicação a amigos e familiares ou ainda à sua escola para organizar um encontro ou palestras com esses profissionais.

5. Busque ajuda de um profissional

Caso você tenha tentado todas as dicas anteriores e ainda não se sinta seguro quanto a carreira que pretende seguir, procure a ajuda de um profissional especializado. Psicólogos e orientadores vocacionais podem ajudar a identificar suas capacidades e potencialidades para guiá-lo a uma profissão que se encaixe nas habilidades, afinidades e competências do jovem. Muitas escolas contam com o serviço desses profissionais, que não dão respostas prontas, mas conduzem os jovens em um processo de autoconhecimento e descoberta de habilidades e aptidões. Diferentemente da família e dos amigos, essa orientação é passada de forma totalmente isenta, sem expectativas, pressão ou tendências, e com um olhar mais apurado. Essa ajuda pode ser fundamental não apenas para quem ainda não sabe qual carreira seguir, como também para aqueles que já escolheram, mas querem ter segurança de que a decisão tomada foi a melhor. Gostou das dicas? Então comece a colocá-las em prática e descubra qual a carreira ideal para você!

Deixe seu comentário:

Versão para impressão Informar erro

-

Novidades sobre EAD

Cadastre-se para receber nossa newsletter e acompanhe as últimas notícias sobre EAD:

}, 7000);